12 Horas do Estoril – Equipa YART em alta rotação domina primeiro dia

Realizaram-se hoje as sessões de treinos livres e as primeiras qualificações. A equipa oficial Yamaha Austria Racing Team liderou e dominou por completo a tabela de tempos com voltas em alta rotação. Mas o equilíbrio é a nota dominante destas 12 Horas do Estoril que encerram o Mundial de Resistência FIM.

andardemoto.pt @ 24-9-2020 23:02:02

Foi dado hoje o tiro de partida para aquela que será a última corrida da temporada 2019/2020 do Mundial de Resistência FIM. Tal como se esperava, as primeiras sessões de treinos livres e de qualificação tiveram como nota dominante o equilíbrio entre as 23 equipas presentes, mas a Yamaha Austria Racing Team (YART) parece estar um passo à frente da concorrência nas 12 Horas do Estoril.

A equipa formada pelo trio de pilotos Karel Hanika, Nicollò Canepa e Marvin Fritz mostrou ser a mais veloz tanto nos treinos livres como depois na sessão de qualificação. A YART também não abrandou o ritmo na sessão noturna de treinos. O tempo médio obtido pelo trio de pilotos que competem na equipa oficial da Yamaha foi de 1m39.384s.

Se este já é um registo assinalável para o primeiro dia das 12 Horas do Estoril, então Marvin Fritz fez ainda melhor, e na melhor volta do dia de todos os pilotos que estiveram em pista, o piloto da YART rodou em 1m38.778s!



Na contabilidade definitiva destaca-se a diferença inferior a um segundo entre as oito primeiras equipas, sendo que mais perto dos homens da YART ficam os vencedores das 24 Horas de Le Mans, a FCC TSR Honda France, equipa que persegue mesmo o ceptro mundial ao ocupar a segunda posição do campeonato.

Josh Hook, Freddy Foray e Mike di Meglio ao “combinarem” as suas melhores voltas em 1m39.515s ficaram a apenas 131 milésimas da YART, deixando os homens da BMW Motorrad World Endurance Team logo atrás, eles que trazem para a pista portuguesa a tripla Markus Reiterberger, Kenny Foray e a estrela do “road racing” britânico, Peter Hickman, aquele que podemos afirmar que é a “arma secreta” escolhida pelos alemães para vencer a prova portuguesa e sonhar com o título no Mundial de Resistência FIM.

Os polacos do Wócjcik Racing Team, já com Gino Rea em pista ao lado de Broc Parkes e Sheridan Morais, foram os quartos na tabela de tempos de final do dia, na frente dos comandantes do campeonato do mundo, a Suzuki Endurance Racing Team, a pouco mais de sete décimas de segundo.



A fechar o dia realizou-se a sessão de treinos livres noturna, com noventa minutos de ação em horário semelhante ao final da corrida no sábado, servindo para que os pilotos percebam como tudo funciona no escurecer no circuito.

Os homens da YART voltaram a mostrar a sua rapidez e solidez ao conseguirem o melhor tempo - 1m39.375s - mais uma vez na frente dos rivais da FCC TSR Honda France e da BMW Motorrad World Endurance Team. As diferenças foram novamente muito curtas, com quatro equipas separadas por menos de um segundo - a Suzuki Endurance Racing Team foi quarta - com as duas primeiras formações separadas por 187 milésimas.

Amanhã as 23 equipas que estão instaladas no Circuito do Estoril enfrentam as derradeiras sessões de qualificação durante a manhã e que irão definir a grelha de partida para as 12 Horas do Estoril, num dia mais curto que encerrará a meio da tarde com o “warm up”, o primeiro dos dois que se realizam antes da corrida.

andardemoto.pt @ 24-9-2020 23:02:02

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto