SBK – Chaz Davies já tem nova equipa

O piloto galês permanece no Mundial Superbike e continuará a competir aos comandos de uma Ducati Panigale V4 R. Chaz Davies chegou a acordo com a Team Go Eleven e assim completa uma década neste mundial.

andardemoto.pt @ 30-11-2020 17:41:26

Um dos pilotos de maior currículo do Mundial Superbike ficou sem moto no final da temporada 2020, quando a Aruba.it Ducati decidiu arriscar e contratar o italiano Michael Ruben Rinaldi. Chaz Davies viu o seu estatuto de piloto oficial Ducati terminar, e a realidade é que o piloto galês não tinha muito por onde escolher.

Aos 33 anos de idade e a completar uma década no Mundial Superbike em 2021, Chaz Davies inclusivamente tinha em mãos a possibilidade de regressar ao Mundial de Velocidade, pois a Aprilia Gresini esteve a avaliar a hipótese de o contratar. No entanto essa possibilidade não avançou, e Davies acabou agora por ver confirmada a sua presença por mais uma temporada nas Superbike.

Depois de vários anos a competir como piloto oficial da casa de Borgo Panigale, e tendo realizado um final de temporada em crescendo, onde inclusivamente foi o piloto que maior número de pontos somou nas últimas nove corridas, fechando com vitória no Estoril o ano de 2020, Chaz Davies pretendia usufruir de uma moto bem preparada e estar inserido numa equipa com provas dadas.



A “salvação” apareceu com o nome Team Go Eleven.

A equipa liderada por Gianni Ramello viu sair precisamente Rinaldi para a equipa oficial, e optou então por substituir o jovem italiano pelo veterano Chaz Davies, que chega com um palmarés impressionante, embora sem título de Superbike: 32 vitórias, 98 pódios e ainda foi por três vezes vice-campeão!

Desta forma também a Ducati vê Chaz Davies permanecer por mais algum tempo dentro da família Ducati Corse. Davies é um profundo conhecedor das motos italianas, desde as bicilíndricas – foi inclusivamente o piloto de maior sucesso aos comandos da Panigale dois cilindros – até à mais recente tetracilíndrica que ajudou a desenvolver.



A Ducati Corse fortalece também a sua ligação ao Team Go Eleven, estrutura com a qual já mantinham uma relação muito próxima fornecendo material bastante competitivo para que Ruben Rinaldi conquistasse o título de melhor piloto independente.

Para Chaz Davies este é um momento feliz pois “Acredito que é um grande oportunidade para mim e para a Go Eleven, e continuar o nosso crescimento. Tive um final de temporada muito bom, e a Go Eleven também foi protagonista em 2020. Penso que temos as credenciais para ser uma associação vencedora”.

Falta agora perceber se a boa forma demonstrada por Chaz Davies no final de temporada se irá manter já no início de 2021. Recordamos que nas primeiras rondas do ano que agora termina o galês nunca se mostrou competitivo ao ponto de poder ser considerado um candidato ao título, sendo ofuscado pelo seu companheiro de equipa Scott Redding, que viria a termina o ano como vice-campeão.

andardemoto.pt @ 30-11-2020 17:41:26


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto