Dakar 2023 – Regresso à Arábia Saudita

Início a 31 Dezembro

O Dakar 2023 terá lugar pela quarta vez na Arábia Saudita, de 31 de Dezembro de 2022 a 15 de Janeiro de 2023 e cobre quase 5.000 Km de especiais com várias novidades.

andardemoto.pt @ 4-12-2022 11:26:46 - Paulo Araújo

Os detalhes desta 45ª edição do Rali mais duro do mundo foram revelados num programa de apresentação que contou com a participação de Adrien Van Beveren e Sébastien Loeb, a convite do Director de Corrida David Castera.  

Os dois pretendentes a um primeiro título no Dakar puderam descobrir o amplo desafio desportivo que os espera e comentar um percurso entre dois mares, composto por 15 dias de corrida, incluindo uma excursão de quatro dias ao Empty Quarter (literalmente, quadrante vazio!), tomando a distância total a percorrer de 8,549 km, dos quais 4,706 km em contra-relógio.

São esperados 365 veículos na linha de partida, instalados numa praia do Mar Vermelho.

À margem das batalhas pelos títulos da disciplina de rally-raid, veremos também uma centena de veículos como parte do Dakar Classic, a corrida pela consistência reservada aos veículos dos anos 80 e 90, cujo patrono este ano é Jacky Ickx.


O entusiasmo aumenta à medida que o grande desafio se aproxima, o que também é suscetível de dar aos pilotos, co-pilotos e tripulações algumas borboletas no estômago.

O programa anunciado oferece um total de quinze dias e catorze etapas, precedidas por um prólogo disputado em torno do Sea Camp (Campo do Mar), uma nova característica do dia-a-dia do rali.

Embora já tenham encontrado as margens do Mar Vermelho desde 2020, pela primeira vez os concorrentes serão reunidos durante todo o período de escrutínio num acampamento gigante, no que promete ser uma atmosfera única e amigável.

Depois, irão enfrentar o desafio desportivo à medida que se familiarizam com os locais já conhecidos de AlUla, Ha'il ou Riade, antes de passarem, no que lhes diz respeito, quatro dias no ainda inexplorado deserto do Bairro Vazio: "esta gigantesca zona em que a areia é rei, especialmente na sua forma mais majestosa: as dunas", insiste David Castera. A areia será bem e verdadeiramente o ingrediente dominante no menu, cuja sobremesa será servida numa praia, em Dammam, mas desta vez nas margens do Golfo Arábico.


Ao longo deste passeio pela Arábia Saudita, as luzes da modalidade esforçar-se-ão por levar a melhor uns sobre os outros, graças às suas capacidades de pilotagem nos troços mais rápidos, mas também devido aos seus talentos de navegação e, ainda mais do que o habitual, à sua aptidão para a resistência extrema, uma vez que está programada uma etapa de maratona para o final do rali (etapas 11-12).

É provável que no final deste exigente teste a hierarquia final da prova já tenha sido decidida entre as KTM de Kevin Benavides e Matthias Walkner, as GasGas do detentor do título Sam Sunderland e o seu companheiro de equipa Dany Sanders, as Hondas de Adrien Van Beveren, Ricky Brabec ou Pablo Quintanilla, ou mesmo a Husqvarna montada por Skyler Howes ou a Sherco de Lorenzo Santolino.


andardemoto.pt @ 4-12-2022 11:26:46 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto