Paulo Alberto pontua no Mundial de MX em Águeda

O Campeonato do Mundo de Motocross disputou a sua sétima ronda em Portugal neste fim-de-semana, mais precisamente no Circuito do Casarão em Águeda. O circuito encheu-se de público nos dois dias do evento, com a chuva a marcar também presença durante o sábado e com alguns chuviscos na manhã de Domingo. Com Daniel Pinto lesionado e em recuperação, Paulo Alberto foi o único piloto do Team Suzuki/Cepsa Motogomes a marcar presença, estreando-se em rondas de Mundial na classe raínha, a de MX1.

andardemoto.pt @ 24-9-2012 10:50:43


O Campeonato do Mundo de Motocross disputou a sua sétima ronda em Portugal neste fim-de-semana, mais precisamente no Circuito do Casarão em Águeda. O circuito encheu-se de público nos dois dias do evento, com a chuva a marcar também presença durante o sábado e com alguns chuviscos na manhã de Domingo.

Com Daniel Pinto lesionado e em recuperação, Paulo Alberto foi o único piloto do Team Suzuki/Cepsa Motogomes a marcar presença, estreando-se em rondas de Mundial na classe raínha, a de MX1.

Numa pista que lhe é conhecida e onde costuma adaptar-se bem, Paulo Alberto conseguiu bons tempos logo nos treinos de sábado, mas na sua manga de qualificação era forçado a abrandar o ritmo quando teve que retirar os óculos que estavam cheios de lama, terminando em 18º lugar.

Já no dia de corrida Alberto voltou a mostrar bom ritmo no Warm-up mesmo com chuva e, no arranque da primeira manga saía da grelha de partida a meio do pelotão, mas ainda na primeira volta sentiu problemas com a sua moto que acabou por parar. Um fio eléctrico partido, provavelmente por uma pedra projectada por outra moto ditou a sua sorte, obrigando Alberto a esperar pela segunda manga para dar o seu melhor.

Voltou a sair bem da grelha de partida na classe mais agressiva do campeonato e rodou sempre dentro dos 20 primeiros. Mesmo com uma pequena queda pelo meio o piloto de Leiria conseguiu recuperar e conquistar o seu primeiro ponto no Mundial de MX ao terminar no 20º lugar, o melhor português em prova entre os Wild-card.

Para Alberto: «O saldo foi positivo na minha primeira corrida de mundial com a 450cc. No sábado tive um problema com a chuva e os óculos e tive que os tirar logo. Fiquei em 18º na qualificação mas mesmo assim não foi uma má posição para hoje. Hoje arranquei bem na primeira manga e ia em 14º, mas a moto começou a falhar e tive que desistir. Na segunda manga, já com o problema resolvido, consegui um arranque mediano e mantive-me na zona dos vinte primeiros mesmo com uma pequena queda pelo meio. Acho que foi uma boa corrida e aprendi bastante durante o fim-de-semana, pois a pista fica bem mais exigente do que estamos habituados, por isso quero agradecer à minha equipa e a todos os que me têm ajudado e permitiram vir a esta corrida.»

Fonte: MotoGomes

andardemoto.pt @ 24-9-2012 10:50:43