Royal Enfield KX Concept apresentada na EICMA em Milão

Linhas retro futuristicas ilustram bem o potencial daquela que é a mais antiga marca de motos em produção contínua, fundada em 1901.

andardemoto.pt @ 15-11-2018 14:53:51

A Royal Enfield KX Concept é, para já, e conforme foi referido por Siddhartha Lal, o CEO da marca, apenas um exercício de estilo, e a sua produção não está sequer prevista. No entanto, com o sucesso que fez ao longo dos dias que esteve exposta em Milão, é bem provável que os indianos mudem de opinião e se tentem a explorar o novo filão das motos chamadas clássicas modernas, de edição limitada.

A KX Concept foi inspirada na KX original, um modelo lançado no mercado em finais dos anos 30 do século XX, que montava um motor bicilindrico em “V”, de valvulas laterais, com uma cilindrada de 1140cc que à época era considerada “a última palavra no motociclismo de luxo”.

A versão final da KX (pode ver, entre outras, uma galeria de fotos dedicada ao desenvolvimento deste protótipo no final desta notícia), foi desenvolvida paralelamente na India e no Reino Unido, no novo Centro de desenvolvimento técnico da Royal Enfield.

O projecto teve início no passado mês de Abril, com o desenho do motor “V-Twin” de 838cc que seria a base à volta da qual a moto se iria desenvolver.

De entre diversos esboços, foram escolhidos dois desenhos: um mais “neo-clássico e outro mais futurístico, que passaram à fase de modelagem em barro, em tamanho real. O resultado final resultou de uma interessante mistura dos dois.

A suspensão dianteira utiliza uma estrutura Hossack, que confere um estilo muito próprio e nostálgico ao conjunto, sobretudo a par com a suspensão traseira, que apresenta um monobraço oscilante, suportado por um amortecedor colocado em posição quase horizontal, debaixo do assento, que transmite a ilusão de uma “hard-tail”.

As rodas são ambas de 19 polegadas, o que contribui para tornar a moto visualmente mais compacta, mais baixa e comprida, e a utilização de pneus Maxxis DTR-1 resulta num complemento estético muito interessante.

Transmissão final por corrente, assento “solo”, iluminação integral por LED, painel de instrumentos minimalista em LCD a cores que integra ligação por bluetooth ao smartphone, e pormenores de luxo como a versão estilizada do mítico “E”, que evoca os tempos em que a Enfield (o Royal surgiu posteriormente) ainda reinava em Redditch, decoram tanto o farol dianteiro como o farolim traseiro.

O recurso a material de fricção Brembo empresta ao conjunto uma aura de qualidade que é colmatada com a pintura, cujos acabamentos foram feitos à mão, à boa maneira de Chennai.


Veja a Royal Enfield KX Concept em pormenor:


Assista ao processo de desenvolvimento da Royal Enfield KX Concept:

Delicie-se com as belas imagens da Royal Enfield KX original, dos anos 30 do século XX, que montava um motor bicilindrico em “V”, de válvulas laterais, com uma cilindrada de 1140cc, e que à época era considerada “a última palavra no motociclismo de luxo”.

andardemoto.pt @ 15-11-2018 14:53:51