Honda Africa Twin 850 pode ser uma das surpresas para 2020

Com a maior Africa Twin a subir de cilindrada no próximo ano, a Honda pretende manter o nome Africa Twin ligado ao segmento das trail de média cilindrada. De acordo com rumores provenientes do Japão, o maior fabricante mundial estará a trabalhar numa Africa Twin 850 para 2020, que será apresentada no Salão de Milão EICMA.

andardemoto.pt @ 5-6-2019 11:55:26

Foi há pouco mais de dez dias que lhe contámos, aqui no Andar de Moto, que a Honda está a preparar uma nova Africa Twin para 2020. Maior, mais potente, mais tecnológica, a Africa Twin 1100 é a “ponta de lança” da nova estratégia da Honda para o segmento trail. Uma estratégia em que o maior fabricante mundial de motos pretende atacar na cilindrada maior (1100cc), mas também manter uma presença na cilindrada intermédia.

E é precisamente para esta cilindrada intermédia que a Honda está a preparar uma nova Africa Twin, neste caso a CRF850L Africa Twin, ou Africa Twin 850.

A revista japonesa Young Machine, como em tantas outras ocasiões, volta a ser a primeira a divulgar os planos até agora secretos do fabricante japonês, e fazem mesmo destaque na capa da sua última edição impressa com uma primeira imagem criada por computador, mas que se baseia em informações que a Young Machine conseguiu de fontes ligadas ao projeto Africa Twin 850.

Qual o objetivo de criar uma Africa Twin 850?

Bom, a Honda pretende atacar o segmento trail em duas vertentes como já referimos. No caso da Africa Twin 850 a Honda consegue manter a pressão em rivais como a BMW F850GS, a Ducati Multistrada 950, KTM 790 Adventure, ou ainda a Triumph Tiger 800, para não falar noutras trail mais estradistas e que também apresentam cilindrada semelhante.


De acordo com a publicação japonesa, a nova Africa Twin 850 dará uso ao mesmo bicilíndrico que atualmente equipa a CRF1000L Africa Twin. A Honda diminui o diâmetro dos pistões de forma a baixar a cilindrada até aos 850 cc, e a potência deverá rondar os mesmos valores que atualmente encontramos na Africa Twin 1000.

Esta 850 será no entanto uma moto mais prática, mais simples, principalmente se compararmos com a futura Africa Twin 1100. A ciclística não vai sofrer grandes alterações, mas a Africa Twin terá um assento a uma altura significativamente mais baixa do que a atual Africa Twin. Ou seja, dos atuais 850 mm de altura o assento provavelmente vai descer até aos 800 mm, ou até um pouco menos, facilitando a vida aos motociclistas de menor estatura.

Os diferentes modos de condução vão também marcar presença na Africa Twin 850, tal como o controlo de tração com modo off road, sem esquecer que a Honda disponibilizará, em opção, o conhecido sistema de dupla embraiagem DCT, otimizado para uma utilização mista asfalto / terra.

E qual será o preço da nova Africa Twin 850?

Com esta nova estratégia para a família Africa Twin a Honda poderá, sem grande dificuldade, reposicionar este modelo em termos de preços. Se esperamos um acréscimo de preço naquela que será então a topo de gama, a Africa Twin 1100, provavelmente para valores perto dos 17 mil euros, a verdade é que a Africa Twin 850 deverá apresentar-se ao serviço em 2020 com um preço ligeiramente abaixo da atual Africa Twin 1000.

andardemoto.pt @ 5-6-2019 11:55:26