Vendas de motos sobem na Europa e Portugal acompanha a tendência

Associação Europeia de Fabricantes de Motos revelou os números de vendas de motociclos na Europa durante os primeiros seis meses de 2019. O mercado está a crescer 9,1% a nível europeu, enquanto em Portugal o crescimento é de 14,1%.

andardemoto.pt @ 16-8-2019 12:16:17

Os números de vendas de motociclos (+51 cc), ciclomotores (até 50 cc), e quadriciclos relativos aos primeiros seis meses do ano de 2019 foram revelados pela Associação Europeia de Fabricantes de Motos (ACEM). E a verdade é que os números agora revelados demonstram uma performance bastante interessante do setor das duas rodas, quer a nível europeu, quer a nível nacional.

O total do mercado de motociclos e ciclomotores representou nos primeiros seis meses de 2019 vendas na ordem dos 767.103 veículos registados, um crescimento de 11,1%. Em Portugal o crescimento foi ligeiramente inferior, ainda que nos dois dígitos, com o mercado nacional a contar com 15.470 motociclos e ciclomotores registados, representando por isso um crescimento de 10,6%.

Se os números totais são bons, a ACEM também destaca a boa performance do setor se dividirmos os registos de novos veículos nos segmentos dos motociclos e dos ciclomotores.

A nível europeu, os 28 países analisados pela ACEM apresentam um crescimento de 9,1% face ao período homólogo do ano passado ao nível das vendas de motociclos. De janeiro a junho deste ano foram registados 618.502 novos motociclos nas estradas europeias.

Portugal também acompanha a tendência europeia, e até atinge números mais positivos! De acordo com a ACEM, em Portugal foram vendidos 14.556 motociclos, um crescimento de 14,1% relativamente aos primeiros seis meses de 2018.


No entanto o mesmo não se pode dizer relativamente aos ciclomotores.

Nos veículos de duas rodas e com cilindrada até 50 cc, os primeiros seis meses de 2019 significaram um total de 914 ciclomotores vendidos em território nacional, o que representa um decréscimo de 25,7% relativamente ao período homólogo de 2018. Já na Europa os números são mais positivos, e os 147.826 ciclomotores registados de janeiro a junho deste ano permitem um crescimento de 19,5%.

Tendo em conta estes números, o país mais valioso em termos de novos registos de motociclos e ciclomotores é a França com 150.836 novos registos, seguida de perto pela Itália com 148.550, enquanto a Alemanha é o terceiro país na lista com 120.599 registos. Portugal, conforme já referimos, apresenta 15.470 novos registos de motociclos e ciclomotores.


E as boas notícias continuam quando olhamos para os motociclos e ciclomotores elétricos.

A combinação de motociclos e ciclomotores elétricos significou um total de 34.389 novos registos. No entanto, e ao contrário do que vimos nos motociclos e ciclomotores a de motores internos a combustão, no caso dos veículos de duas rodas com motores elétricos o mercado é dominado pelo segmento dos ciclomotores.

Nos primeiros seis meses do ano registaram-se vendas de 28.577 ciclomotores elétricos contra 5.812 motociclos elétricos. Isto significa, respetivamente, crescimentos de 76% e de 82,7%.

Em Portugal os motociclos e ciclomotores elétricos também registaram números de vendas bastante positivos. No caso dos motociclos os crescimento é de 37,5% relativamente ao período homólogo de 2018, com um total de 11 motociclos elétricos registados. Já nos ciclomotores elétricos o crescimento percentual é de 820%, fruto dos 46 ciclomotores elétricos registados nos primeiros seis meses de 2019, e quando comparamos com os 5 ciclomotores elétricos do ano anterior.

França é o país onde os veículos de duas rodas com motor elétrico apresentam melhor performance nas vendas, seguido-se Bélgica e o “Top 3” fica completo com a Holanda.

Mas nem tudo é bom...

No segmento dos quadriciclos, na Europa o crescimento é negativo (-12,4%), com um total de 1421 quadriciclos registados, enquanto em Portugal este segmento não sobe nem desce, pois em 2018 não se registaram matriculacões de novos quadriciclos nos primeiros seis meses, e este ano a situação é igual não havendo por parte da ACEM qualquer registo relativo aos quadriciclos em Portugal.

andardemoto.pt @ 16-8-2019 12:16:17