A radical elétrica RMK E2 vai mesmo ser fabricada!

Fabricante finlandês RMK já está a testar um protótipo da sua radical E2. Esta moto elétrica foi revelada em versão conceptual na EICMA de 2018, e apenas um ano depois já está a testar na estrada o seu inovador motor embutido na roda traseira e sistema de transmissão final por cabos.

andardemoto.pt @ 21-10-2019 14:47:43

No mundo das motos elétricas já vimos um pouco de tudo. Mas uma das propostas mais radicais é proveniente da Finlândia. A RMK apresentou no Salão de Milão EICMA do ano passado a sua “concept” E2.

O grande destaque nesta moto elétrica finlandesa é a colocação do seu motor na jante traseira. A jante não tem o tradicional cubo, e o sistema de transmissão final não é feito pelos meios mais convencionais que o seu Andar de Moto já falou aqui.

Na realidade o sistema de transmissão final da RMK E2 é um sistema de três cabos que transportam a energia guardada nas baterias da moto para o motor embutido na roda traseira. O motor tem uma potência equivalente a 67 cv.


Na versão conceptual que vimos na EICMA 2018 a RMK ainda não tinha encontrado forma de proteger os cabos elétricos. No entanto o protótipo agora apanhado a testar em estradas finlandesas, e a usar carenagens com pintura camuflada mas que ainda assim não esconde as formas da E2, apresenta já uma proteção do sistema de transmissão, um componente obrigatório tendo em conta a utilização desta moto elétrica em estradas públicas.

A RMK revela que devido à utilização desta transmissão inovadora, em conjunto com outros materiais mais leves, a sua E2 tem um peso de 200 kg, o que a deixa ao mesmo nível das motos a combustão equivalentes.


A autonomia anunciada é de 210 a 250 km mas pode estender-se um pouco mais graças ao sistema de regeneração de energia nos momentos de desaceleração e travagem, sendo que as baterias podem ser recarregadas até 80% em apenas duas horas.

Ao nível das prestações dinâmicas, a RMK E2 destaca-se pela velocidade máxima de 160 km/h.

De acordo com a RMK, a fábrica finlandesa conta estar a produzir 4000 unidades da E2 por ano quando chegarmos a 2025.

andardemoto.pt @ 21-10-2019 14:47:43


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews