EICMA 2019 – Triumph Thruxton RS

A Triumph evoluiu aquela que é considerada como uma das motos “neo retro” mais entusiasmantes do mercado. Em 2020 a marca britânica vai comercializar a nova Thruxton RS, mais potente, mais leve, e ainda mais tecnológica para uma experiência de condução entusiasmante.

andardemoto.pt @ 5-11-2019 12:30:20

Criada para celebrar o verdadeiro espírito das café racer de outros tempos, a mais recente geração Thruxton 1200 foi extremamente bem recebida, tanto pela imprensa especializada, como também pelos motociclistas que não esconderam a sua admiração pelas capacidades dinâmicas e estilo destas Triumph.

Mas para 2020 a marca de Hinckley decidiu elevar o nível e dar à Thruxton uma nova vida com a chegada da variante RS. Mais potente, mais leve, melhor equipada, e mais tecnológica.

O motor High Power bicilíndrico de 1200 cc recebe novos pistões para maior compressão, novo perfil da árvore de cames, um sistema de ar secundário e ainda novos componentes internos mais leves (cambota, embraiagem, veios de equilíbrio, alternador, tampas das cames em magnésio, e tampas laterais do motor mais finas).

Tudo isto permitiu à Triumph reduzir a inércia em 20% e aumentar o teto máximo de rotações em 500 rpm quando comparado com o motor da Thruxton R. Assim, Esta nova Thruxton RS consegue disponibilizar uma potência máxima de 105 cv e os 112 Nm de binário aparecem agora melhor distribuídos ao longo da gama de rotações, e são disponibilizados na sua totalidade 700 rpm mais cedo do que anteriormente.

O sistema de refrigeração está “escondido” para não estragar a imagem retro deste motor Triumph, que passa também a ser Euro5. Aliás, para cumprir com a homologação, a Triumph utiliza um sistema de escape com duas ponteiras que recebem catalisador Euro5 mas que não eliminam a sonoridade tão típica da Thruxton.


O motor da nova Thruxton RS é controlado através de um acelerador eletrónico “ride-by-wire”. Este elemento permite a utilização de diferentes modos de condução. No total esta Triumph conta com 3 modos de condução otimizados para a RS – Sport, Road e Rain – e que ajustam a sensibilidade do acelerador, o ABS e os parâmetros do controlo de tração.

E como nem tudo se resume a aumentar a potência do motor, a Triumph trabalhou afincadamente para que a Thruxton RS perdesse muito peso em comparação com a variante R.

Na balança a Thruxton RS pesa nada menos do que 6 kg a menos! Menos peso resulta numa condução mais dinâmica, mais ágil. Esta redução no peso foi conseguida não apenas através dos componentes de motor mais leves, como também através da utilização de uma bateria mais leve.

Numa moto que deve ser conduzida de forma agressiva, a Triumph aproveitou a oportunidade para melhorar a travagem. Assim a Thruxton RS recebe novas pinças de travão Brembo M50 – que até há pouco tempo estavam instaladas na maioria das superdesportivas de referência – a morderem discos Brembo de 320 mm, enquanto as rodas de raios recebem pneus mais “pegajosos”, os Metzeler Racetec RR.

A suspensão da RS fica a cargo de forquilha Showa BPF e amortecedores traseiros Öhlins. Claro que em ambos os casos o condutor pode afinar estas suspensões em todos os parâmetros habituais, com a Triumph a garantir que assim a Thruxton RS se adapta ao estilo de condução de cada um e às necessidades.

Numa moto em que o estilo é também tão importante como a potência e a dinâmica, a Triumph dá à Thruxton RS um “makeover” visual que a torna distinta da restante gama Thruxton, mas sempre sem esquecer o estilo café racer contemporâneo.


As principais mudanças são:

- Tampas de motor, tampas das cames, e tampa do pinhão em preto;

- Molas Öhlins RSU em preto;

- Novas jantes anodizadas;

- Tampa do depósito de combustível Monza;

- Novo decalque triangular Triumph (apenas com pintura de dois tons);

- Depósito de combustível esculpido e específico;

- Fita do depósito de combustível em aço inox;

- Braço oscilante anodizado;

- Poisa-pés Daytona;

- Avanços de 22 mm;

- Espelhos e intermitentes em preto;

- Detalhes dourados no motor;

- Chave da moto distinta e em vermelho

A nova Triumph Thruxton RS estará disponível nas cores Jet Black ou Matt Storm Grey / Matt Silver Grey. Não vem equipada de série com assento para passageiro, em vez disso conta com uma tampa do assento / bacquet. Se o proprietário assim desejar poderá instalar um assento de passageiro recorrendo à extensa lista de acessórios oficiais desenvolvidos para a Thruxton RS.

No total haverá 80 acessórios diferentes para personalizar a Thruxton RS, incluindo um esbelto frontal, silenciadores Arrow em aço inox escovado com pontas em carbono, um assento mais confortável, entre muitos outros acessórios.

Galeria Triumph Thruxton RS

andardemoto.pt @ 5-11-2019 12:30:20


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews