EICMA 2019 – Aprilia RS 660

A nova plataforma de média cilindrada marca o início de uma nova era para a Aprilia. O primeiro modelo a chegar aos concessionários é a supersport RS 660. Fique a conhecer todos os detalhes desta novidade italiana.

andardemoto.pt @ 5-11-2019 15:02:31

Tal como esperado e há muito anunciado, a Aprilia está de regresso às médias cilindradas e logo com uma plataforma técnica totalmente nova, desenvolvida com o objetivo de oferecer aos motociclistas modelos que sejam divertidos e eficazes. Com a ajuda do departamento Aprilia Racing, a primeira moto a usar esta nova plataforma é a supersport RS 660.

Como a primeira imagem é que conta, a Aprilia não deixou nada ao acaso ao nível do design desta RS 660. Nota-se uma clara inspiração na superdesportiva de topo RSV4, mas no caso desta desportiva de média cilindrada os designers de Noale conferem uma imagem mais sofisticada e afilada.

O destaque neste particular é a ótica frontal dividida em três e com iluminação em LED, complementada por luzes diurnas para uma assinatura luminosa bastante interessante e distinta. De referir que ao nível da iluminação a nova Aprilia RS 660 conta com luzes com função “cornering”, o que significa que quando a moto inclina para uma curva, um par de luzes adicionais irá iluminar zonas específicas da estrada para aumentar a segurança.

Tal como acontece com a RSV4 RF, a RS 660 também recebe o que de melhor a Aprilia Racing faz em termos aerodinâmicos. Esta supersport conta com carenagens laterais duplas que derivam do que vemos na MotoGP da marca italiana, e que não apenas melhoram a estabilidade a alta velocidade, como ao mesmo tempo ajudam a proteger o condutor do vento, e também ajudam a afastar o calor das pernas do condutor.

O motor escolhido para dar energia à Aprilia RS 660 é uma unidade bicilíndrica em linha, com os cilindros inclinados para a frente de forma a oferecer um melhor equilíbrio ao conjunto. Este motor de 660 cc deriva dos cilindros frontais usados na RSV4, é compacto, e gera menos calor.


Além disso foi desenvolvido para oferecer prestações bem interessantes!

O dois cilindros italiano da RS 660 desenvolve 100 cv, com a Aprilia a destacar ainda mais o facto desta unidade motriz contar com um caráter que permite uma condução divertida em estrada pois a entrega de binário é linear e facilmente doseada pelo condutor.

O potencial deste motor será explorado graças a um manancial de ajudas eletrónicas derivadas da Aprilia RSV4. Isto inclui acelerador eletrónico, controlo de tração, anti-cavalinho, controlo da velocidade de cruzeiro, quickshift bidirecional, controlo do efeito travão-motor, e ainda cinco modos de condução.

Tudo isto é possível porque a RS 660 dá uso a uma unidade de medição de inércia de 6 eixos, que além de tudo isto que já referimos permite também à Aprilia dar uso a um eficaz sistema de ABS com função “cornering”.

Os modos de condução são um “upgrade” em relação ao que conhecemos nas poderosas V4 da casa italiana. Três modos para a estrada – Commute, Dynamic e Individual – e dois modos para uso em pista e explorar todo o potencial deste conjunto. Em Challenge o condutor vai usufruir dos parâmetros eletrónicos prédefinidos pela Aprilia Racing, enquanto em Time Attack o condutor poderá justar de forma independente todos esses parâmetros.

De referir ainda que a Aprilia RS 660 permite a ligação por Bluetooth com o telemóvel, através da aplicação Aprilia MIA, e assim o condutor terá acesso a todo o conjunto de informações e outros extras da RS 660 na palma da mão.

O quadro da Aprilia RS 660 é uma estrutura dupla trave em alumínio. Aproveita o motor como elemento de reforço estrutural e ao mesmo tempo garante que o peso não é elevado – 169 kg (a seco). Para garantir uma excelente distribuição de peso, o braço oscilante assimétrico está fixado na parte traseira do motor bicilíndrico.

Numa estutura em que a geometria dá primazia a um comportamento mais eficaz em pista, mas que ao mesmo tempo não esconde a sua faceta de moto de estrada ao oferecer um raio viragem mais contido, as suspensões ficam a cargo de forquilha Kayaba com bainhas de 41 mm, enquanto a travagem é Brembo, onde destacamos os discos de 320 mm e bomba radial.


Por último apenas nos resta-nos apenas falar nas versões.

Na realidade a RS 660 apenas está disponível numa versão, mas os clientes poderão selecionar duas versões de cores e gráficos. Se escolher a mistura de roxo e vermelho fique a saber que estará a optar pela versão que deriva das cores usadas na RS 250 Reggiani Replica de 1994. Se preferir um “look” mais subtil, então a RS 660 estará pintada de preto com apenas alguns detalhes em vermelho mais vivo.

Não há ainda confirmação de quando a nova Aprilia RS 660 estará disponível no mercado nacional, nem mesmo o seu preço. Neste particular o importador da marca, a Officina Moto, já nos tinha confidenciado há algum tempo que espera poder comercializar a RS 660 com um PVP extremamente competitivo.

andardemoto.pt @ 5-11-2019 15:02:31


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews