Hadin Panther - Uma cruiser elétrica da Califórnia

Mais uma resposta ao constante crescimento da procura de soluções de mobilidade eléctrica, que integra tecnologia de ponta e acabamentos de alta qualidade.

andardemoto.pt @ 11-11-2019 13:06:01

A Panther foi apresentada ao mundo na EICMA 2019. Uma verdadeira cruiser americana inspirada na tradição clássica deste tipo de motos. É a primeira moto da Hadin, uma marca Californiana criada em 2016, cuja produção terá início na primeira metade de 2020, com uma capacidade de fabrico para 1500 motos por ano. 

No desenvolvimento da Panther estiveram envolvidos diversos especialistas europeus e asiáticos, divididos em duas equipas que, em conjunto, desenvolveram a cliclística e o motor eléctrico para obter um produto fiável, altamente tecnológico e adequado a uma utilização polivalente.

Acabamentos de elevada qualidade, e componentes de topo de gama tornam este conjunto num produto que não passa despercebido. Uma posição de condução típica deste tipo de moto torna-a indicada para prática de mototurismo.

Quadro em treliça de tubos de alumínio soldados à mão, suspensão regulável em 3 posições (macio, normal e rijo), iluminação integral em LED, painel de instrumentos em TFT com 7 polegadas, sistema “sem chave” com recurso a leitura de impressão digital que permite a configuração de diversos utilizadores, e duas câmaras de vídeo integradas (uma na frente e outra na traseira) que permitem filmar os passeios, são apenas alguns dos destaques do comunicado de imprensa. A travagem está a cargo de discos duplos na dianteira e conta com ABS. 


O motor inovador foi integralmente concebido e patenteado pela Hadin. A debitar 45kW de potência, garante uma elevada eficácia energética e um ruido de funcionamento muito baixo. É alimentado por um “pack” de baterias de iões de lítio produzido pela Panasonic que conta com uma garantia de 5 anos.

O sistema de gestão de energia oferece 3 modos de condução que conferem à Panther autonomias entre os 220km (em modo Eco e a uma velocidade máxima de 70km/h), e os 160km (em modo Sport a uma velocidade máxima de 129km/h).

O sistema de carregamento da bateria permite duas opções, uma para carregamentos numa tomada normal (cujo ciclo de carga completa demora entre 6 e 8 horas), e outra para carregadores rápidos (80% de carga em apenas 30 minutos, e 2 horas para um carregamento completo). 

Quando começar a sair da sua exclusiva e moderna fábrica em Wuxi, na China, no princípio de 2020, a Panther vai estar disponível numa alargada palete de cores que se destacam pela utilização de um envernizamento desenvolvido especificamente para proporcionar um acabamento de elevado nível.

Será também disponibilizada uma “App” que permitirá ao motociclista avaliar em detalhe todas as funções vitais da sua Panther, bem como ver os vídeos do passeio que acabou de realizar.
O preço final ainda não foi anunciado, mas segundo fomos informados em Milão, deverá rondar os 20.000 dólares americanos.


andardemoto.pt @ 11-11-2019 13:06:01


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews