BMW R18 - Apresentação Mundial

O regresso da BMW Motorrad às motos de estilo cruiser, com o maior motor boxer bicilíndrico alguma vez fabricado.

andardemoto.pt @ 4-4-2020 17:47:49

Confirmando que vivemos efectivamente cada vez mais numa era online, a BMW apresentou ontem, dia 3 de Abril de 2020, através de videoconferência, a sua coqueluche para 2020.

O Dr. Markus Schram, responsável máximo da BMW Motorrad e Edgar Heinrich, o responsável do design da marca, estiveram em directo para o mundo a mostrar os detalhes finais da sua mais recente e já tão badalada criação.

Desde que a sua versão “concept” foi apresentada em Milão, na EICMA 2019, a BMW R18 agora apresentada na sua configuração definitiva, representa para a marca bávara o regresso às origens.

Inspirada em modelos míticos como a R5 de 1936, tanto tecnologicamente (com o veio de transmissão exposto, o quadro em arco duplo e refrigaração por ar e óleo), como em termos de design (com a traseira rebaixada, pintura negra, depósito em formato de gota e pin stripe duplo a branco), esta nova BMW, que irá ser integralmente fabricada na Alemanha, em Berlin, não deixa ninguém indiferente.

A BMW R18 promete uma experiência de condução inesquecível, pois o “Big Boxer”, tem um binário de 150Nm, disponível logo a partir das 2.000 e até às 4.000rpm, em conjunto com uma potência máxima de 91 cavalos às 4.750rpm a partir de uma cilindrada de 1802cc.

Refrigerado por ar e óleo, o seu peso, incluindo a caixa de velocidades e o sistema de alimentação, cifra-se nuns substanciais 110,8 kg que contribuem para um valor total de 345 kg. Parte do seu peso é devido à massiva cambota, forjada em aço temperado, que conta com um rolamento central para limitar as vibrações.

Os pistões são em alumínio fundido, equipados com 3 segmentos (2 superiores para a compressão e um inferior para óleo). A lubrificação está a cargo de uma bomba hidráulica de dois estágios, accionada mecanicamente por corrente à cambota, e funciona sobre o princípio de cárter húmido.

A BMW Motorrad garante que o motor apresenta uma suavidade extraordinária, pois apesar de os pistões percorrerem um curso de 10 centímetros, o efeito de cada explosão é compensado por um volante de motor de “tamanho generoso”. Uma embraiagem monodisco a seco, com efeito deslizante, intercala-se numa caixa de seis velocidades.


A suspensão conta com uma imponente forquilha, com jarras de 49mm de diâmetro, e um curso de 120mm, e um monoamortecedor regulável em pré-carga com um curso de 90mm.

Ao nível da travagem, dois discos de 300mm na frente e um na traseira, são mordidos por pinças de 4 pistões. O ABS conta ainda com um sistema semi-combinado, que ao accionar a manete também controla o travão da roda traseira. No entanto o pedal de travão apenas controla a roda traseira, para facilitar as manobras.

 A jante da frente, com 19 polegadas ostenta um pneu 120/70 enquanto a jante traseira, de 16 polegadas instala um pneu 180/65. Ambas são raiadas. 

Em termos de ajudas electrónicas à condução, a R18 conta com 3 modos de condução: “Rain”, “Roll” e “Rock” sendo este último aquele que revela todo o potencial do boxer. Incluem controlo de tracção (desligável) e de binário negativo, integrados; controlo de arranque em subida, assistência à marcha-atrás, iluminação LED adaptativa em curva e sistema “sem chave” que inclui alarme.

Ergonomicamente a R18 apresenta-se com um assento a 690mm do chão e os poisa-pés, em posição central (avançá-los é impossível devido às cabeças do motor boxer), contribuem para uma posição de condução activa que proporciona um excelente controlo. 

Não sendo uma moto pensada em grandes viagens, ainda assim a sua autonomia, graças a um consumo anunciado de 5,6 litros/100km e a um depósito de 16 litros, é suficiente para uns belos passeios. Presumivelmente mais pequenos, se se ficar viciado nos arranques, que a marca revela serem de 4,8 segundos de 0-100km/h.

A qualidade de construção e acabamento promete ser elevada, revelando-se através da perfeição das soldaduras do quadro, do acabamento das cablagens e tubagens, dos componentes fundidos e nos pormenores cromados.

A R18 vai estar disponível, inicialmente, numa exclusiva versão First Edition, que vem acompanhada, além de uma completa gama de acessórios opcionais que permitem uma personalização profunda ao gosto de cada cliente, de uma "Wellcome Box" que inclui emblemas exclusivos e respectivo kit de instalação, um cinto e um boné “R 18 First Edition” , e um livro dos 100 anos de história da BMW Motorrad.


Personalização

A R18 foi concebida a pensar na customização, e por isso até o sub-quadro pode ser facilmente removido. E mesmo as tampas das cabeças dos cilindros e a cobertura da correia de distribuição foram concebidas de forma a estarem fora das respectivas câmara de lubrificação, para poderem ser facilmente substituídas por outras.

A BMW Motorrad, à semelhança do que já fez com a RnineT, vai disponibilizar uma vasta gama de acessórios, alguns desenvolvidos em parceria com a Roland Sands Design, para que cada motociclista possa tornar a sua R18 ainda mais exclusiva.

Ainda não temos informação disponível sobre o preço nem a disponibilidade da BMW R18 no nosso mercado.

Inspirada na BMW R5 de 1936:

Veja o vídeo da apresentação:

andardemoto.pt @ 4-4-2020 17:47:49


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews