VIBA Jane – A Honda Monkey mais cara do mundo!

O estúdio de design francês VIBA decidiu reinterpretar a famosa Honda Monkey. O resultado é a Jane, uma Monkey 125 fabricada através de impressão 3D em metal. A VIBA Jane pode ser pequena de dimensões... mas tem um preço gigante!

andardemoto.pt @ 11-5-2020 13:49:05

Apesar dos fabricantes de motos continuarem a recorrer a métodos de fabrico que podemos considerar mais tradicionais, a verdade é que assistimos nos últimos anos à proliferação de métodos inovadores. Um desses métodos é o fabrico de componentes por impressão 3D.

A impressão 3D utiliza um material base que depois é “impresso” de acordo com as especificações pretendidas pelo fabricante. Através deste processo é possível criar componentes e peças complexas, mais leves, mas igualmente resistentes às fabricadas pelo processo tradicional.

Este tipo de fabrico de componentes e peças abriu aos fabricantes todo um novo mundo de possibilidades.

Mas não são apenas os grandes fabricantes de motos a usarem o fabrico por impressão 3D. Na realidade os pequenos estúdios de design têm conseguido explorar de uma forma bastante eficaz este tipo de construção.

O mais recente exemplo é o atelier de design francês VIBA.



Ao longo de 2019 a VIBA trabalhou na sua visão de uma Honda Monkey 125 contemporânea. E o resultado foi a Jane, uma Monkey 125 com um design futurista em que as formas foram conseguidas graças ao fabrico de componentes em impressão 3D.

Os componentes impressos em 3D foram fabricados em parceria com a empresa alemã SLM Solutions e Rolf Lenk. Depósito de combustível, suporte do painel de instrumentos, manetes ocas, suporte frontal para transporte de objetos, apoio da ótica frontal e até os guarda-lamas. Tudo feito por impressão 3D.

O material escolhido para todos estes diferentes componentes foi o alumínio. O projeto que levou ao fabrico da VIBA Jane foi longo e bastante complexo. E o resultado final é uma Honda Monkey personalizada como nenhuma outra.



E com um um preço gigante!

A VIBA decidiu criar uma edição de produção limitada da Jane. Apenas 23 exemplares foram fabricados desta pequena e compacta Monkey 125. Mas o preço é tão grande como uma superdesportiva: cerca de 28.000€! Esta é, certamente, a Honda Monkey mais cara do mundo.

E como é que a VIBA teve a imaginação para criar a Jane?

Tudo começou pela cabeça do fundador da empresa, Yann Bakonyi. O objetivo foi demonstrar que os atuais métodos de fabrico do século XXI podem ser usados para reinterpretar ícones do século passado, e assim nasceu a ideia de modificar uma popular e icónica Honda Monkey.

Passar da fase de projeto para o fabrico foi conseguido através de uma parceria com a SLM Solution e Rolf Lenk, especialistas em impressão 3D. A equipa selecionou então seis componentes da Honda Monkey para demonstrar que este método pode ser usado em componentes funcionais e não apenas estéticos.

Utilizaram alumínio AlSi10Mg. Mais leve do que aço, mas mantém excelentes propriedades funcionais do material.


A peça de destaque na VIBA Jane é o seu depósito de conbustível que pesa apenas 3,3 kg.

Não apenas ajuda a definir a forma da moto, apresenta um acabamento exterior fantástico, mas toda a sua estrutura interna foi desenhada tendo por base uma estrutura em favos de mel.

A SLM Solution efetivamente criou um depósito onde o combustível não “chocalha” quando a moto está em movimento. Assim, a VIBA Jane usufrui de um comportameto mais estável em curva, pois o combustível não se movimenta como num depósito convencional.

Em termos estéticos esta reinterpretação de uma Honda Monkey 125 pode não ser ao gosto de muita gente. Mas a verdade é que a VIBA Jane revela que o fabrico por impressão 3D pode, e deve, ser explorado para fabricar peças e componentes funcionais. Em especial por pequenas empresas que se dedicam à personalização de motos.

andardemoto.pt @ 11-5-2020 13:49:05

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews