10 coisas fundamentais para levar para um Track Day

Com os circuitos a voltarem a abrir portas, há muitos motociclistas que estão desejosos de participar num Track Day. Mas antes de entrar em pista, há coisas que não se pode esquecer e que são fundamentais.

andardemoto.pt @ 20-5-2020 13:56:33


Depois de muitos meses parados, com as motos guardadas na garagem, à espera do regresso à pista, finalmente temos a oportunidade de acelerar a fundo num circuito. Com o fim do confinamento obrigatório devido à pandemia Covid-19, os circuitos portugueses já estão a preparar-se para abrir portas e receber os pilotos – amadores e profissionais – nos famosos Track Day.

Mas antes de entrar em pista e gastar pneus e gasolina enquanto procura bater o seu melhor tempo por volta, deverá pensar nas coisas que são fundamentais para passar um dia divertido e seguro em pista.

Existem muitas coisas que deverá ter em conta antes de ir para a pista. Especialmente se for um “rookie” e esta for a sua primeira vez num Track Day.

Mas aqui no Andar de Moto achamos que estas são as 10 coisas fundamentais para levar para um Track Day de moto, para que não seja apanhado desprevenido.

Leia também – 5 Dicas para andar em pista

1 – Capacete com viseira escura


Os capacetes de competição ou desportivos, mais apropriados para uso em pista, têm um formato aerodinâmico com apêndices que otimizam a penetração do ar. O seu capacete deverá ter fecho por duplo D, o sistema de fecho mais seguro que existe. A não ser que esteja a pilotar a sua moto à chuva ou esteja um dia particularmente escuro, as viseiras escuras são a melhor opção.

Viseiras escuras não cansam os olhos, e por isso ajudam a não perder a concentração. Existem viseiras com diferentes percentagens de escurecimento. E viseiras que permitem a aplicação dos “tear-offs”, películas que se colocam na parte exterior da viseira e que se removem, deixando uma camada limpa e assim não é necessário parar para limpar a viseira.

Nos capacetes “premium” existe a possibilidade de instalar mecanismo para hidratação. Este é um componente indispensável, particularmente nos dias de maior calor. O mecanismo de hidratação conta com uma bolsa de água que fica instalada na bossa aerodinâmica na parte posterior do fato.
Clique aqui para encontrar um capacete integral

2 – Fato de uma peça


O fato é a armadura moderna dos pilotos. Um sistema de segurança integrada que garante máxima proteção e liberdade de movimentos. A mais recente geração de fatos de pista de uma peça tem sistema de “airbag” integrado, que é acionado em caso de queda e evita lesões mais graves, em particular na zona dos ombros, costelas e clavícula.

Um ponto que normalmente não é notado pelos pilotos são as inserções inseridas nos ombros, joelhos e cotovelos. Estas inserções permitem que o fato deslize mais facilmente sobre o asfalto, em vez de ficar preso. Isto evitará que ombros, cotovelos e joelhos possam torcer para posições que causem lesões.

Na escolha de um fato de uma peça para usar no Track Day, tenha especial atenção às zonas de material elástico inseridas no fato. Os fabricantes posicionam este tipo de material em locais específicos para garantir maior liberdade de movimentos. Os fatos tornam-se por isso bastante mais confortáveis. Note também que os fatos de uma peça para uso em pista são desenhados para ser usados em posição de condução, e não para serem usado enquanto andamos a pé.

Clique aqui para encontrar um fato para pista

3 – Protetor dorsal


Nunca se esqueça do seu protetor dorsal!

Começou a ser usado nos anos 70, e rapidamente se tornou no elemento mais fundamental de proteção. E isto é válido tanto para uso em pista, como para condução em estrada. Existem diversos tipos de protetores dorsais, alguns para uso específico em pista. Procure escolher e usar um que seja leve e compacto, e com especial cuidado para o caso dos fatos que usam "airbag".

Clique aqui para encontrar uma proteção dorsal


4 – Luvas


As luvas para uso em pista devem ser compridas e fabricadas em pele, com placas rigídas em metal ou carbono nas costas da mão, nos nós dos dedos e nos próprios dedos. Todas as costuras devem ser feitas com fibra de aramida, capaz de resistir às elevadas temperaturas causadas pela fricção no asfalto. O dedo mindinho deve contar com um sistema que impeça a sua rotação.

As luvas de competição ou uso em pista evoluíram imenso nos últimos 30 anos. Antigamente eram compostas por cerca de 20 componentes. Atualmente este tipo de luvas é fabricando usando cerca de 80 componentes!

Clique aqui para encontrar as luvas para si

5 – Botas


Todas as botas para uso em pista devem contar com um sistema de proteção do tornozelo, que impeça a rotação lateral ou torsão para posições pouco naturais. Os deslizadores da biqueira são imprescindíveis, e o calcanhar deve também ser bastante reforçado para resistir aos impactos.

Tendo em conta que a condução em pista num Track Day é uma atividade física intensa, é natural que os pés aqueçam bastante. Para evitar um sobreaquecimento dos pés, as botas devem ser bastante ventiladas. Há fabricantes que disponibilizam versões perfuradas e não perfuradas de determinado modelo de botas. Convém ter esse detalhe em atenção.

Há também fabricantes que criaram botas para pista que se inserem por dentro dos fatos, sendo mais leves e compactas.

Clique aqui para encontrar as botas de pista para si

6 – Fato interior


Nunca se esqueça do seu fato interior! Especialmente nos dias de maior calor. Uma fina camada de material respirável entre o fato e a sua pele ajudará a ficar seco, e melhora consideravelmente o conforto. Um fato interior ajuda a vestir e despir o fato de uma peça, pois reduz a fricção entre a pele e o forro interior. Em caso de queda, este fato interior também ajuda a evitar que o fato arranhe a pele.

Os fatos interiores são fabricados em diversos materiais, tamanhos, e até podem ser de uma ou de duas peças. É uma questão de escolher aquele que melhor se adapta ao seu gosto e necessidades.

7 – Meias


As meias são um elemento que por vezes é negligenciado quando preparamos a mala para ir para um Track Day. As meias devem ser longas, ou pelo menos de comprimento médio. Meias que fiquem pelo calcanhar são desaconselhadas.

Apesar das botas de pista atuais poderem ser consideradas “confortáveis”, ainda assim a fricção causada pelo movimento dos pés pode irritar a pele. Uma meia irá proteger e pele de zonas de velcro e evitar feridas por causa da humidade.

Clique aqui para encontrar meias para motociclismo


8 – Bebidas e suplementos


É extremamente importante estar sempre hidratado. Em particular nos dias mais quentes. Suplementos com sais minerais são muito práticos, e melhores do que água simples, pois facilitam a rehidratação.

O ideal será ter a bebida energética consigo durante a sessão em pista. Por isso existem os sistemas de hidratação integrados nos fatos de pista.

9 – Material para o duche


Depois de um dia inteiro a andar de moto em pista, nada melhor do que um revigorante duche! Não apenas para limpeza, mas também para ajudar a descontrair o corpo. Os circuitos têm, por norma, balneários onde podemos tomar um duche.

Não se esqueça de levar na sua mala de equipamento o material necessário para um duche após o Track Day.

10 – As chaves da sua moto


Muitos de nós transportamos a moto para o circuito num atrelado ou numa carrinha. O normal é a moto ser ali colocada na noite anterior ao Track Day. E é também normal que as chaves da moto sejam guardadas em casa.

Convém não se esquecer das chaves da sua moto em casa. Não há nada pior do que chegar ao circuito, tirar a moto do atrelado, e depois descobrir que não pode participar no Track Day porque as chaves da moto ficaram em casa e não tem forma de a colocar a trabalhar.

Leia também – Dicas de Manutenção: Como limpar e lubrificar a corrente da moto

andardemoto.pt @ 20-5-2020 13:56:33


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews