Emula – A moto elétrica com o som de uma 2 tempos!

As motos elétricas estão em fase de enorme crescimento. A “start-up” Emula apresenta o seu protótipo de moto elétrica, que para além de simular uma caixa de velocidades, permite ao condutor selecionar diferentes sons de motor como uma clássica 2 tempos.

andardemoto.pt @ 28-5-2020 17:41:53


Com os governos de todo o mundo cada vez mais cientes dos problemas relacionados com a poluição, a procura por soluções amigas do ambiente tem levado os grandes fabricantes a produzir motos menos poluentes, cumprindo com as regras de homologação.

Mas por mais que as normas europeias como a Euro 5, que entrou em vigor a 1 de janeiro de 2020, consigam fazer com que os motores a combustão reduzam as emissões poluentes, a verdade é que caminhos para um futuro onde as motos elétricas serão a regra e não a exceção.

Com os grandes fabricantes de motos a apresentarem alguma resistência a esta mudança, têm sido fabricantes menos conhecidos, ou pequenas “start-up”, que nos têm mostrado o potencial das motos elétricas.



Desta feita vamos falar da Emula. Uma moto que tem a solução para uma das grandes falhas nos motores elétricos: o som.

A Emula revelou o seu primeiro protótipo de moto elétrica, e mais do que os detalhes técnicos relativos a potência, autonomia ou tempo de carregamento das baterias, a marca italiana conseguiu captar o nosso interesse por causa do sistema McFly. E não, não estamos a falar do principal personagem dos filmes “Regresso ao Futuro”!

Conduzir uma moto deve ser uma experiência especial para qualquer um. Para além de toda a dinâmica de uma moto, que nos obriga a trabalhar em conjunto para desfrutarmos de um comportamento melhorado, conduzir uma moto deve ser acompanhado pelo som que emana dos escapes.

Mas numa moto elétrica não temos o típico som dos motores a combustão. Quanto muito podemos ouvir o uivar do motor elétrico que mais se parece com um motor a jato. E isso é algo que os motociclistas parece não conseguirem ultrapassar.



A Emula pretende resolver este problema com a sua moto elétrica que consegue simular os sons de diferentes tipos de motor.

Através do controlo McFly, podemos escolher se queremos que a Emula emita um som que replica uma tetracilíndrica de 600 cc e a quatro tempos, ou então uma bicilíndrica quatro tempos com 800 cc. Mas para os motociclistas mais clássicos, a Emula tem a capacidade de imitar o som de uma bicilíndrica 2 tempos de 250 cc!

A moto está equipada com um sistema de som com várias colunas, através das quais o som emana e chega aos ouvidos do condutor e de quem vê a Emula passar. Tal como se fosse uma moto com motor a combustão interna. Se o condutor preferir ser egoísta, então pode selecionar um modo de som que envia o som para colunas instaladas no capacete do condutor, através de ligação Bluetooth.


No vídeo divulgado pela marca italiana podemos inclusivamente ver em ação o sistema, que funciona em parceria com uma caixa de velocidades falsa!

O condutor pode subir e descer de relações de caixa que o sistema sonoro acompanha a subida e descida de rotações, inclusivamente quando o condutor aciona a embraiagem, o som do motor altera-se imediatamente.

Não sabemos para já outros dados técnicos relativos à moto elétrica da Emula. Teremos de esperar que esta “start-up” italiana consiga encontrar forma de continuar a desenvolver a sua tecnologia.

Depois do som de uma moto 2 tempos numa moto elétrica, só fica a faltar o cheiro dos gases de escape.

andardemoto.pt @ 28-5-2020 17:41:53


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews