Angelle Sampey alcança recorde mundial de motos elétricas com uma H-D LiveWire

Pouco mais de 11 segundos! Este foi o tempo que demorou a piloto Angelle Sampey e a Harley-Davidson LiveWire a percorrer a “quarter mile” na Lucas Oil Raceway de Indianápolis e assim registarem um novo recorde mundial para motos elétricas.

andardemoto.pt @ 14-9-2020 14:08:39

Motos elétricas e recordes de velocidade. Duas coisas que vamos ouvir falar muitas vezes nos próximos anos, pois com vários fabricantes a optarem por entrar no mundo das motos elétricas, e com os avanços na tecnologia, os antigos recordes de velocidade deste tipo de veículos serão batidos.

Neste particular, recentemente tivemos novidades do projeto da Voxan, que terá o ex-piloto e campeão mundial Max Biaggi aos comandos da Wattman no lago salgado de Uyuni na Bolívia, em julho do próximo ano. O objetivo será de atingir os 330 km/h com esta moto altamente modificada.

Mas no que diz respeito a motos elétricas de série, a grande notícia é que a Harley-Davidson LiveWire tornou-se na mais recente recordista mundial de velocidade!



Tudo porque a piloto Angelle Sampey, três vezes campeã da categoria Pro Stock Motorcycle, decidiu juntamente com a sua equipa Harley-Davidson Screamin’ Eagle / Vance & Hines realizar um evento de exibição na pista de “drag” Lucas Oil Raceway em Indianápolis.

Várias Harley-Davidson LiveWire pilotadas pelos membros da equipa e equipadas com pneus de estrada e restantes componentes de homologação, incluíndo espelhos, fizeram várias tentativas de passagem na “eight mile” e na mais conhecida distância “quarter mile”.

No final do evento foi Angelle Sampey que conseguiu os melhores registos. Aos comandos da LiveWire percorreu a “eight mile” em 7,017 segundos, e a “quarter mile” foi completada em apenas 11,156 segundos!

Este resultado demonstra a capacidade de aceleração incrível da primeira Harley-Davidson elétrica, com a LiveWire a atingir a velocidade de 177,59 km/h, precisamente o máximo permitido pela marca americana.



O motor H-D Revelation que equipa a moto elétrica LiveWire é o responsável por estas prestações. Permite à moto americana alcançar os 100 km/h a partir de parado em 3 segundos, e dos 100 km/h aos 129 km/h demora apenas 1,9 segundos, o que desmontra que o binário máximo está sempre disponível a qualquer rotação.

Tendo em conta que esta foi a primeira vez que Angelle Sampey e a equipa puderam testar a Harley-Davidson LiveWire, e fizeram estes tempos usando a moto na sua configuração “stock”, será interessante perceber até onde a equipa e a piloto poderão chegar se começarem a modificar a moto.

andardemoto.pt @ 14-9-2020 14:08:39


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews