Silver Lightening bate recorde de aceleração para motos elétricas

A moto elétrica mais rápida do mundo percorreu a distância de 400 metros com partida parada em apenas 6,86 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 314km/h.

andardemoto.pt @ 5-10-2020 16:41:22

Hans-Henrik Thomsen em Silver Lightning, conquistou recentemente, na Santa Pod Raceway (Inglaterra), um recorde de arranque em moto eléctrica. A Drag Racer eléctrica registou 0,9 segundos dos zero aos 100 km/h e uma velocidade máxima no final dos 400 metros de 314km/h, valor recorde para este tipo de motorização.

Os dinamarqueses da True Cousins ​​começaram nestas lides há 12 anos com uma primeira moto elétrica dotada de 2 baterias de chumbo de 12 volts e uma potência de 12 kW cerca de 100 vezes menos potente que a moto eléctrica que agora é a mais rápida do mundo.

A Silver Lightening conta com duas baterias de 350V, com uma capacidade total de 1,2 MW (1.200 kW) que permitem que os dois motores DC de 48V usufruam duma alimentação de 2000 A de cada uma delas. Valores realmente impressionantes no mundo dos electrões.

A maior dificuldade da equipa foi conseguir que o pneu traseiro digerisse a potência do motor, que nunca chegou a debitar o seu potencial máximo. Diversas tentativas permitiram regular a electrónica para uma libertação gradual da potência de acordo com as condições de aderência, jogando em simultâneo com correcta pressão do pneu traseiro, para garantir a maior tracção possível, sob um peso total de 380kg.


Por se tratar de um motor eléctrico, que debita o seu binário máximo logo desde as zero rotações por minuto, a Silver Lightening não tem caixa de velocidades, sendo basicamente uma acelera, com uma transmissão final de 2:1, enquanto que as motos com motores de combustão interna da categoria Top Fuel possuem normalmente uma transmissão com duas relações de caixa.

Como termo comparativo, o recorde absoluto de arranque para um veículo de duas rodas foi recentemente batido (em abril de 2020) por uma moto da categoria Top Fuel, que registou um tempo de 5,50 segundos para cobrir a distância de 400 metros, passando a linha de meta a uma velocidade de 424,867 km/h. Pilotada por Larry “Spiderman” McBride, esta moto debita uma potência de 1500 cavalos.

Sim, o eixo dianteiro foi tirado duma Yamaha R1

Sim, o eixo dianteiro foi tirado duma Yamaha R1

Não deixando de ser um registo impressionante, as motos eléctricas ainda têm um grande caminho a percorrer, até conseguirem melhores prestações que as máquinas convencionais.

Factores como a aerodinâmica e consequente força descendente, sobretudo sobre a roda traseira para aumentar a aderência, são aspectos que estão a ser estudados para melhorar os registos futuros.

Veja abaixo os vídeos dos dois recordes de velocidade:


Veja a Silver Lightening a bater o recorde de arranque para motos elétricas:

Veja Larry “Spiderman” McBride a estabelecer o recorde Top Fuel de 5,50 segundos para cobrir a distância de 400 metros, passando a linha de meta a 424,867 km/h.

5,50 segundos para cobrir a distância de 400 metros, passando a linha de meta a uma velocidade de 424,867 km/h.

andardemoto.pt @ 5-10-2020 16:41:22


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews