Honda PCX125 – Em 2021 escreve-se nova página nesta história de sucesso

Aquela que é a verdadeira “super vendas” da Honda renova-se para 2021. A Honda PCX125 mantém a mesma economia e polivalência, mas apresenta um novo design e mais tecnologia.

andardemoto.pt @ 11-11-2020 18:36:11

Com início de comercialização em 2010, a PCX125 rapidamente transformou-se num sucesso global, mas principalmente na Europa, onde a Honda revela que já vendeu mais de 140.000 PCX desde a sua chegada ao mercado.

Ao longo dos últimos dez anos a marca japonesa tem vindo a saber aproveitar os pontos fortes que tornam a PCX125 tão popular entre os europeus, e particularmente entre os motociclistas portugueses, uma scooter económica com um comportamento dinâmico interessante, proposta por um preço que, embora já tenha sido bastante mais apelativo, ainda é hoje em dia um preço bastante competitivo.

Para 2021 a Honda decidiu novamente renovar a sua “super vendas” PCX125.


A nova geração da PCX mantém a génese do seu “look” futurista. Para este novo ano a Honda optou por ser ainda mais arrojada nas formas criadas para dar corpo a esta scooter urbana que invadiu as nossas estradas. Na dianteira destacamos a nova ótica com cinco linhas estreitas de LED, luzes diurnas, que conferem uma imagem única a este modelo. Já na traseira mantém-se a identidade em X, com a luz de travão a utilizar tecnologia multi-ótica para criar um interessante efeito 3D.

As carenagens mantêm as linhas dinâmicas e compactas, mas o condutor usufrui agora de maior proteção graças à parte superior da dianteira ser maior, tal como o vidro dianteiro escurecido. O espaço disponível para o condutor aos comandos da PCX125 foi também repensado. O assento mantém-se nos 765 mm de altura, mas o condutor conta com mais 300 mm de espaço para os pés.



Tal como referimos, a PCX mantém as suas dimensões compactas e em 2021 essa regra não se modifica. No entanto a Honda conseguiu redesenhar o espaço debaixo do assento. Assim, a capacidade desse compartimento aumenta 2,4 litros para um volume total de 20,4 litros, o que, de acordo com o fabricante japonês, permite guardar um capacete integral debaixo do assento e ainda sobra espaço para mais qualquer coisa.

E por falar em arrumar objetos, o porta-luvas dianteiro passa a contar com uma ficha USB que permite ligar e carregar, por exemplo, um smartphone. Mais acima o condutor encontrará o novo painel de instrumentos, um ecrã LCD negativo e em formato “widescreen”, com mais informações úteis.


Quanto ao motor, o monocilíndrico de 125 cc mantém basicamente a sua configuração inalterada em relação à geração anterior, pelo menos exteriormente. O eSP+ obviamente passa a estar de acordo com as normas Euro5, e isso levou os engenheiros da Honda a criarem um motor mais eficiente e de performances melhores para a nova PCX125.

O diâmetro e o curso são de 53,5 x 55,5 mm e a relação de compressão é de 11,5 : 1 (por oposição a 52,4 x 57,9 mm e 11: 1 do motor anterior). O curso mais curto não só deixa espaço para as duas válvulas extra, como também reduz ligeiramente o atrito. Por sua vez isto permitiu aumentar a potência para os 9,2 kW às 8.750 rpm, enquanto o binário sobe para os 11,8 Nm às 6.500 rpm. De realçar que o motor continua a disponibilizar o sistema “Idle Stop”.

A câmara de combustão é compacta e o sistema de injeção PGM-FI – com corpo de aceleração de 28 mm de diâmetro, 2 mm maior – otimiza a velocidade da combustão e o arrefecimento do motor.

O cilindro é descentrado, algo que também contribui para a redução do atrito entre o pistão e a parede do cilindro, transmitindo as forças da combustão de forma muito mais eficiente. A camisa "espinhada" de ferro fundido – com micro-extensões na superfície – controla a distorção no diâmetro interior do cilindro. Este design baixa a tensão nos segmentos e reduz o atrito. O novo tensor hidráulico da corrente da distribuição melhora ainda mais a eficiência do motor, reduzindo as vibrações internas e melhorando a economia de combustível.



A PCX125 de nova geração promete manter a elevada autonomia que se lhe reconhece de outros anos. A Honda afirma que um depósito permite percorrer 385 km antes do proprietário ter de reabastecer.

Outra característica nova neste motor eSP+ de 2021 é o facto de inclui o sistema de controlo de tração HSTC. Apesar de estarmos a falar de uma scooter 125 cc, a Honda acredita que o condutor deve poder usufruir de uma segurança adicional, principalmente nos dias de chuva. O indicador “T” a piscar no painel de instrumentos indica que o sistema está a intervir. Se o condutor preferir, pode desligar o HSTC.

Por último, e como estamos a falar numa versão que cumpre com as normas Euro5, a Honda instalou um novo sistema de escape. A ponteira conta com uma estrutura interna redesenhada, e o catalisador foi reposicionado para um controlo mais eficaz das emissões de escape.


Mas uma renovação não pode ser apenas feita no motor e design. A ciclística é também um argumento importante para se conseguir melhorar a dinâmica numa scooter. E neste sentido, a nova PCX125 conta com um quadro duplo berço em aço, que foi repensado para garantir que a estrutura resiste aos desafios de uma utilização diária e urbana.

Para além do quadro que garante uma dinâmica mais equilibrada, a Honda trabalhou ainda as suspensões. Nomeadamente no eixo traseiro. A forquilha dianteira de 31 mm, com o seu curso de 89 mm permaneceu inalterada, mas os amortecedores traseiros têm mais 10 mm de curso, agora 95 mm, e as molas também são mais rijas, para uma condução mais confortável nas ruas irregulares das cidades.

Ao nível da travagem a Honda não modifica aquilo que considera ser um sistema eficaz e suficiente para uma scooter 125 cc urbana. Por isso a nova PCX125 mantém a combinação disco / tambor, sempre com a ajuda do ABS que intervém unicamente na roda dianteira.

A Honda PCX125 de 2021 vai estar disponível nos esquemas cromáticos seguintes:

Cinzento Metalizado Mate Dim
Branco Pérola Jasmine
Vermelho Candy Luster
Preto Metalizado Mate Galaxy

Quanto a preços, iremos atualizar este artigo assim que a Honda Portugal nos indicar os preços atualizados.

andardemoto.pt @ 11-11-2020 18:36:11

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews