Kawasaki mostra a sua motorização híbrida em vídeo

Os engenheiros da casa de Akashi estão determinados em demonstrar a mais-valia da motorização híbrida. O mais recente vídeo da Kawasaki mostra como acontece a transição de funcionamento entre motor elétrico e o motor a combustão.

andardemoto.pt @ 3-12-2020 12:56:12

Depois de no final de outubro terem sido reveladas as patentes do seu sistema de motorização híbrida, a Kawasaki mostra de forma oficial e em vídeo como funciona o conjunto de motor elétrico e a combustão para motos.

Enquanto muitos fabricantes trabalham incansavelmente numa solução elétrica, e por exemplo os quatro gigantes japoneses estão a desenvolver um sistema de baterias comum, a Kawasaki continua a desenvolver soluções diferentes e “fora da bolha” para o mundo das duas rodas.

Motores a combustão que recorrem à sobrealimentação por via de um compressor volumétrico, motores elétricos que contam com uma caixa de velocidades manual para oferecer a ideia de estarmos a conduzir uma moto com motor a combustão, e agora uma motorização híbrida são apenas algumas das tecnologias que a Kawasaki está a explorar.



Neste mais recente vídeo a marca de Akashi mostra-nos, na parte final, o funcionamento do motor elétrico em conjunto com o motor a combustão. A forma como os dois motores tão diferentes trabalham em conjunto, mais precisamente a passagem do motor elétrico para combustão, é quase imperceptível, e apenas o som permite perceber quando o motor a combustão entra em funcionamento.

Recordamos que o sistema híbrido da Kawasaki permite que o condutor selecione diversos modos de condução. Cada modo pode utilizar em exclusivo o motor elétrico ou o motor a combustão, mas também existe um modo de condução que utiliza os dois motores em conjunto.



A Kawasaki exemplifica como esta tecnologia híbrida para motos poderá funcionar: nas autoestradas o motor a combustão será a unidade motriz utilizada. Assim que o condutor entra na cidade com a sua Kawasaki híbrida, e seleciona o modo correspondente, o motor a combustão desliga-se e entra em funcionamento o elétrico.

Sem emissões poluentes, a moto pode então circular livremente pela cidade sem estar restringida pelas novas leis que impedem veículos a combustão de circular nas cidades, como por exemplo vai acontecer em Paris a partir de 2030. Uma medida que será replicada um pouco por toda a Europa.

Assim que sai da cidade e entra numa estrada de curvas, o condutor apenas tem de voltar a trocar o modo de condução, e nesse cenário os dois motores trabalham em conjunto.

Claro que, tal como acontece com o projeto 100% elétrico denominado EV Endeavor – clique aqui para saber mais –, também no caso da motorização híbrida a Kawasaki não deixa qualquer indicação de que possa vir a ser aplicada numa moto de produção no futuro a curto ou médio prazo.

Apesar disso, não deixa de ser interessante confirmar que a marca japonesa continua a desenvolver os seus projetos alternativos.

andardemoto.pt @ 3-12-2020 12:56:12


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews