Zeeho Cyber – A scooter elétrica do futuro vem da China

A marca chinesa CFMoto apresentou a scooter elétrica Cyber. O primeiro modelo da sub-marca Zeeho tem um design futurista e muitas características que a tornam numa opção muito interessante para deslocações urbanas.

andardemoto.pt @ 18-12-2020 18:46:21

O crescimento da CFMoto é inegável. O plano definido pelo CEO, Lai Minjie, tem-se revelado acertado a vários níveis, tal como o seu Andar de Moto já aqui lhe contou, e a parceria que a marca chinesa conseguiu com a KTM e o estúdio de design Kiska elevaram a qualidade das motos da CFMoto para um patamar superior.

Agora que está cada vez melhor implementada nos diferentes mercados, a CFMoto apresenta uma nova visão para o futuro da marca. Um futuro que será elétrico e que para isso obrigou à criação de uma sub-marca denominada Zeeho.

A estreia da Zeeho aconteceu há poucos dias num evento digital onde não só ficou patente que esta nova marca vai dedicar-se em exclusivo ao desenvolvimento e fabrico de motos elétricas, para diferentes segmentos, como também ficámos a conhecer a sua primeira proposta.

Leia também - Teste CFMoto 650MT Adventure: Turismo de aventura sem excessos


A Zeeho Cyber é uma scooter de design futurista. O seu “look” é da inteira responsabilidade do conhecido e reconhecido designer Gerald Kiska, da Kiska Design, responsável por criar as linhas dos modelos do grupo KTM. A scooter elétrica Cyber apresenta linhas aerodinâmicas ao melhor estilo das motos desportivas mais atuais, embora seja uma scooter criada para uma utilização urbana.

Mas a Zeeho Cyber não é apenas uma scooter com aparência dinâmica. Tem um conjunto motor elétrico e bateria que acompanha o dinamismo das suas formas.

O motor elétrico recebe o nome Cobra. Refrigerado por líquido, este motor zero emissões tem uma potência de cerca de 14 cv, está montado em posição central num quadro “Fabricado de acordo com os elevados parâmetros tecnológicos da KTM”, de acordo com a Zeeho. Capaz de gerar um binário de 213 Nm desde zero rotações, o motor elétrico Cobra consegue “empurrar” a Cyber até aos 110 km/h de velocidade máxima, com a marca chinesa a destacar a performance na aceleração até aos 50 km/h, com a scooter a demorar 2,9 segundos a atingir essa velocidade.

O motor apresenta uma grande eficiência energética. A Zeeho, durante a apresentação online, afirmou que este motor Cobra consegue aproveitar 92% da energia armazenada na bateria de iões de lítio.



Para garantir que o motor Cobra tem a energia necessária, a Zeeho recorreu à Farasis Energy, especialistas e líderes na energia elétrica. A bateria tem uma capacidade de 4 kWh, inclui carregamento rápido que permite carregar 80% da bateria em meia hora, e a autonomia anunciada é de 130 km em modo NEDC.

Outros detalhes interessantes desta bateria da Farasis Energy é a sua capacidade de funcionar em pleno em temperaturas extremas como -20 graus Celsius ou +55 graus Celsius. Isso torna a Zeeho Cyber numa opção válida para utilização em qualquer ponto do planeta, pois uma das desvantagens das baterias elétricas é a forma como perdem performance de acordo com a temperatura exterior.

De referir ainda que a Zeeho revela que a bateria da Cyber tem uma vida útil de 300.000 quilómetros, equivalente a 2500 ciclos de carga.

Leia também - Teste CFMoto GT650: Budget Touring


Olhando para lá dos componentes Brembo na travagem ou dos pneus Pirelli, encontramos uma scooter bem equipada a todos os níveis.

A transmissão da potência para a roda traseira é feita através de uma corrente, as suspensões são de “alta performance”, de acordo com a Zeeho, e a Cyber apresenta ainda argumentos tecnológicos como 3 modos de condução – Street, Sport e Eco –, controlo de estabilidade da Bosch, ABS, ou ainda seis câmaras que permitem ao condutor usufruir de uma visão 360 graus e ser advertido de qualquer obstáculo.

Apresentada em versão concept, a Zeeho Cyber terá na sua versão de produção argumentos ao nível do equipamento que irão convencer os motociclistas mais adeptos do mundo digital. O painel de instrumentos é um grande ecrã estilo tablet.

Inclui GPS, ligação por Bluetooth e ainda Wi-Fi. Para além da função de navegação e apresentar muitas informações relevantes sobre o estado da scooter elétrica Cyber, o painel de instrumentos (ou deveremos chamar tablet de instrumentos?!) pode ser controlado por voz.



Com todos estes argumentos técnicos e uma estética que coloca a Zeeho Cyber no topo do segmento, não deixa de ser interessante perceber que a CFMoto consegue apresentar uma concept de scooter elétrica antes da KTM ou Husqvarna, marcas que estão ligadas ao fabricante chinês e das quais há muito esperamos que cheguem motos e scooters elétricas.

Seja como for, a Zeeho Cyber tem início de produção marcado para a primeira metade de 2021. Inicialmente estará disponível exclusivamente nos países asiáticos, principalmente na China, onde será fabricada. Espera-se que depois de um período inicial chegue a outros mercados, nomeadamente à Europa, incluíndo, claro, Portugal, sendo que no nosso país a marca será representada pela Puretech Moto.

andardemoto.pt @ 18-12-2020 18:46:21

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews