Aprilia RSV4 / RSV4 Factory – Pronta para lutar pela liderança das superbike

A Aprilia apresenta a primeira imagem da nova geração da RSV4. A superdesportiva de Noale sofre uma drástica mudança a todos os níveis, incluindo motor Euro5, design renovado, ciclística otimizada e ainda mais eletrónica.

andardemoto.pt @ 15-1-2021 13:12:17

Nascida em 2009 e desde então uma das motos mais relevantes do segmento superdesportivas, a Aprilia RSV4 já necessitava de uma renovação mais aprofundada para se manter competitiva.

A casa de Noale demorou um pouco mais do que o esperado para revelar a nova geração da RSV4, mas finalmente temos a primeira imagem oficial da moto que está pronta para lutar pela liderança das superbike.

O grande compromisso dos designers da Aprilia para esta geração da RSV4 é a aerodinâmica. Mantendo o estilo estreado pela RS 660, a nova superdesportiva incorpora algumas das soluções aerodinâmicas da sua irmã de média cilindrada.

A Aprilia abdica das asas posicionadas no exterior da carenagem lateral e criou uma nova carenagem dupla que esconde no seu interior as asas que permitem criar a força descendente necessária a manter a roda dianteira o mais colada ao asfalto que for possível, evitando a intervenção das ajudas eletrónicas.


Estas carenagens não só apresentam uma melhoria em termos aerodinâmicos, como permitem que o condutor não sofra tanto com o calor que emana do poderoso motor V4. Os estudos aerodinâmicos realizados pela Aprilia permitiram criar passagens de ar redesenhadas para que o ar quente seja desviado das pernas do condutor. Tudo isto sem estragar a estética da nova RSV4.

A acompanhar a estética mais atual encontramos uma ergonomia que foi toda ela redefinida. A posição de condução, de acordo com a marca italiana, permite que o condutor se encaixe melhor no conjunto. Para isso redesenharam o depósito de combustível e o assento. O condutor ganha mais espaço aos comandos da nova RSV4, sendo que a posição de condução não será tão exigente como nas gerações anteriores.

O motor V4 mantém-se como ponto fundamental na RSV4. Nesta nova geração o motor quatro cilindros em V passa dos 1077 cc para os 1099 cc, e mesmo sendo agora compatível com as normas Euro5, a Aprilia anuncia que a potência mantém-se nos mesmos 217 cv mas o binário disponível será maior graças à alteração em componentes específicos, como por exemplo o totalmente novo sistema de escape.

E qual é o binário da nova RSV4? Esse é um valor que ainda não foi confirmado, pelo que teremos de aguardar mais um pouco para ficar a conhecer todos estes detalhes técnicos.



Para ajudar a controlar toda a ferocidade do V4 de Noale a Aprilia socorreu-se de um sistema aPRC bastante renovado para esta geração. Graças à utilização de uma plataforma de inércia de seis eixos controlada pela novíssima centralina 11MP da Magnetti Mareli, a RSV4 conta com um pacote eletrónico ainda mais diversificado.

A centralina mais poderosa permitiu à Aprilia redefinir os parâmetros de intervenção das ajudas eletrónicas, e acrescentar outras características.

Neste aPRC a RSV4 conta com um total de seis modos de condução (a geração anterior apenas 3 modos). Três modos de condução para uso em pista, sendo que dois destes modos são personalizáveis, e outros três modos de condução para estrada, sendo que neste caso o condutor terá a possibilidade de ajustar ao seu gosto apenas um deles.

Dentro das habituais ajudas eletrónicas que o aPRC já disponibilizava, como controlo de tração, “anti-wheelie”, ABS com função em curva e sistema que evita o levantar da traseira em travagem, a nova RSV4 recebe o controlo ajustável do efeito travão motor, algo que anteriormente não era possível ajustar pois estava interligado diretamente aos modos de condução.


Ao nível da ciclística a Aprilia não abandona o seu quadro dupla trave em alumínio. No entanto a RSV4 passa a ostentar um novo braço oscilante invertido, inspirado no estilo dos braços oscilantes que são utilizados nas motos de competição como MotoGP como é o caso da RS-GP.

Este braço oscilante é não só mais leve, mas principalmente permitiu à Aprilia melhorar a estabilidade da traseira em aceleração.

De referir ainda que as novas RSV4 e RSV4 Factory reebem um novo sistema de iluminação “Full LED”, com luzes diurnas perimétricas e com função de iluminação em curva.



Como habitualmente, a Aprilia irá disponibilizar a nova RSV4 numa versão base e numa variante melhor equipada denominada de RSV4 Factory.

Ao contrário do que aconteceu quando foi introduzida a RSV4 1100 Factory em 2019, a partir de agora tanto a versão base como a Factory vão partilhar o mesmo motor V4 de 1099 cc. Deixa de existir um motor 999,6 cc com 201 cv. Tanto a nova RSV4 como a RSV4 Factory terão os 217 cv e mesma cilindrada.

A diferenciação das versões é feita através dos esquemas de cores, mas também do equipamento instalado de série.

A RSV4 estará disponível exclusivamente na opção Dark Losail. Já a RSV4 Factory estará disponível nas opções Aprilia Black ou Lava Red. Para além das cores, a Factory recebe como equipamento de série suspensões eletrónicas Öhlins Smart EC 2.0, jantes forjadas em alumínio e pinças de travão Brembo Stylema.

Quanto a preços, de momento o importador da Aprilia para Portugal, a Officina Moto, ainda não nos conseguiu confirmar valores.

andardemoto.pt @ 15-1-2021 13:12:17


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews