Pneus Bridgestone mais amigos do ambiente

O fabricante japonês de pneus anuncia que todas as suas instalações europeias recebem agora energia com origem em fontes 100% renováveis. A Bridgestone torna-se ainda mais amiga do ambiente!

andardemoto.pt @ 9-4-2021 12:32:54

Com os grandes fabricantes relacionados com a indústria das duas rodas cada vez mais vocacionados para a redução do impacto ambiental das suas operações, a Bridgestone torna-se num dos pioneiros desta área ao anunciar que todas as suas instalações europeias recebem agora energia com origem em fontes 100% renováveis.

Este é um grande passo no programa implementado pelo fabricante japonês, especialista em pneus de motos, no sentido de reduzir o impacto que a produção e desenvolvimento dos seus produtos tem no meio ambiente.

De acordo com a Bridgestone, todas as suas fábricas europeias de pneus, Centro Europeu de P&D e Centro de Testes em Roma, Itália, a fábrica PCT em Lanklaar, Bélgica, a fábrica têxtil em Usansolo, Espanha, e a sede da Bridgestone EMIA em Bruxelas, Bélgica, contam agora com o fornecimento de eletricidade de fontes 100 por cento renováveis.



Mostrando o total alinhamento com a iniciativa e metas definidas pelo Acordo de Paris e com a neutralidade de emissões de carbono até 2050, a Bridgestone revelou ainda que em breve terá início um ambicioso projeto em Espanha.

A Bridgestone e a empresa espanhola de eletricidade Endesa assinaram um acordo para a criação de um projeto de autoconsumo de energia na fábrica de Burgos, em Espanha.

Com arranque previsto para os próximos meses, o projeto que será concretizado pela Endesa X vai permitir à Bridgestone revestir com 20.500 painéis solares o topo da fábrica de Burgos. A área ocupada na cobertura da fábrica é de 40.000 metros quadrados, o equivalente a cinco campos de futebol!

Com um terço da fábrica coberta pelos painéis solares, a Bridgestone conseguirá que as suas instalações sejam autossustentáveis, pois a produção de energia solar será de 9,2 MW



De acordo com o previsto, a instalação dos painéis solares em Burgos deverá estar concluída no primeiro semestre de 2022, e depois a Bridgestone irá estudar a melhor a forma de replicar esta estratégia 100% autossustentável às restantes instalações europeias.

Sobre este anúncio, o CTO e COO da Bridgestone EMIA, Emilio Tiberio, afirmou: “Reduzir as nossas emissões de CO2 é um pilar fundamental da nossa visão de sustentabilidade a longo prazo, razão pela qual não posso enfatizar suficientemente a importância deste marco. É inspirador ver o quão longe chegámos num capítulo relativamente curto da longa história da Bridgestone. 100 por cento foi a meta traçada há muito tempo, mas há muito mais para alcançar na redução de emissões e noutras áreas semelhantes. Vamos usar esta conquista como inspiração para continuarmos a entregar, mais uma vez, o nosso valor”.

andardemoto.pt @ 9-4-2021 12:32:54


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews