Ducati Multistrada V2 – Um novo prazer para viajar

A casa de Borgo Panigale apresentou o modelo que serve de porta de entrada na gama de aventureiras. Fique a conhecer os detalhes da nova Ducati Multistrada V2, uma moto que oferece um novo prazer para viajar.

andardemoto.pt @ 30-9-2021 20:55:09

Tal como estava prometido, a Ducati iniciou hoje a sua nova série de episódios World Première, com divulgação nos canais digitais da marca italiana. Foi assim que aconteceu a apresentação da Multistrada V2, modelo que substitui a anterior MTS 950 e que pressupõe uma evolução, não apenas na forma como os clientes podem aceder à gama de modelos aventureiros da Ducati, mas também uma evolução no prazer de viajar.

A gama Multistrada conquistou uma enorme base de fãs, motociclistas ávidos de viagens e aventuras, mas também que procuram uma moto capaz de se portar bem em pisos de asfalto, seja nas estradas de montanha, seja em ambientes urbanos.

A polivalência das Multistrada é um trunfo aos olhos da marca, e que não querem deixar escapar de cada vez que apresentam uma nova versão. E no caso da nova Ducati Multistrada V2, a polivalência e capacidades dinâmicas ganham novos contornos.


Com uma imagem claramente associada à irmã maior e mais potente Multistrada V4, a nova V2 mantém uma grande fluidez de linhas, com os designers da Ducati a conseguirem adaptar as formas da variante V4 para esta nova Multistrada V2, sempre tendo em atenção a manutenção de linhas compactas e de certa forma desportivas.

O coração que bate no interior desta Multistrada V2 é o bem conhecido Testastretta 11º de 937 cc. O bicilíndrico em L ganha importantes refinamentos como por exemplo novas bielas, nova embraiagem hidráulica de 8 discos e uma caixa de velocidades atualizada, que garante uma maior fluidez e precisão no engrenar de mudanças, facilitando também o engrenar do ponto-morto. De referir também a utilização de um novo quick shifter, agora com uma estratégia de funcionamento otimizada para trocas de caixa precisas e mais suaves.

Estas novidades em termos mecânicos permitiram à Ducati anunciar uma potência de 113 cv, com essa potência a ser disponibilizada de forma linear e progressiva, tornando assim a Multistrada V2 numa moto para conduzir de forma descontraída por largos quilómetros. As manutenções desta mais recente evolução do motor bicilíndrico Testastretta 11º são alagradas, e apontam para mudança de óleo a cada 15.000 km, enquanto a verificação da folga das válvulas deverá acontecer a cada 30.000 km.



Ter um motor divertido de explorar e forte nas prestações apenas interessa se a ciclística acompanhar. E neste departamento, a equipa de desenvolvimento deste modelo procurou criar uma ciclística mais equilibrada, que garante uma condução intuitiva.

A jante dianteira é de 19 polegadas para maior estabilidade, que acaba por ser maximizada na variante Multistrada V2 S, que troca as suspensões mecânicas convencionais por unidades de controlo eletrónico e semi-ativas Skyhook EVO.

Para que o condutor se sinta confortável aos comandos da nova Ducati Multistrada V2, a marca passou bastante tempo durante o desenvolvimento a desenvolver aquela que é, na sua opinião, uma ergonomia mais acertada. Assim, esta novidade de Borgo Panigale conta com um assento redesenhado, mais baixo, a apenas 830 mm de altura. Por outro lado, e a pensar nos condutores de maior estatura, a Ducati aproveitou os poisa-pés da Multistrada V4 para esta V2, o que permitiu aumentar em 10 mm a distância entre os pés e o assento, resultando numa posição mais confortável das pernas que não têm de ficar tão fletidas.


Outra área chave de melhoramentos foi a redução no peso da moto, que, através do trabalho em vários elementos, resultou numa redução total de 5 kg de peso em comparação com a anterior Multistrada 950.

A atualização do motor produziu uma poupança de cerca de 2 kg, incluindo a embraiagem (1,5 kg) e a sua tampa, tambor da caixa de velocidades e bielas. Várias partes do veículo foram aligeiradas, incluindo os espelhos, derivados da Multistrada V4, as flanges dos discos de travão dianteiro e as jantes: a nova Multistrada V2 monta jantes derivadas das que equipam a Multistrada V4, que são cerca de 1,7 kg mais leves.

Para aqueles que preferirem uma opção mais “off-road”, a Ducati revela que na lista de acessórios Performance os clientes poderão selecionar para a Multistrada V2 jantes de raios, também elas significativamente mais leves do que as jantes equivalentes da anterior Multistrada 950.



A Multistrada V2 está equipada de série com um evoluído pacote de eletrónica, que oferece tudo o que precisa para se viajar com todo o conforto e segurança.

O pacote inclui ABS Cornering, para maior segurança na travagem, mesmo em inclinação numa curva, o Vehicle Hold Control, que facilita o arranque em estradas com muita inclinação, o Ducati Traction Control, os quatro Riding Modes (Sport, Touring, Urban, Enduro) completamente configuráveis pelo utilizador, e o novo sistema Ducati Brake Light que, no caso de uma travagem súbita, ativa o piscar da luz traseira de modo a assinalar a apropriadamente a situação de abrandamento repentino.

Na Multistrada V2 S o conforto ganha novos contornos graças à um completo pacote que integra suspensão eletrónica Ducati Skyhook EVO, Cruise Control, ótica “Full LED” equipada com Ducati Cornering Lights, função que otimiza a iluminação da estrada baseada na inclinação da moto, Ducati Quick Shift Up & Down, sistema Hands Free, painel de instrumentos de alta resolução TFT a cores de 5” e retroiluminação dos comutadores nos punhos.


Para a família Multistrada V2 existem dois níveis de configuração de opcionais que podem encomendados diretamente desde a fábrica. O Essential está disponível para a Multistrada V2 e Multistrada V2 S, enquanto o pacote Travel, com malas laterais, punhos aquecidos e descanso central, podem ser encomendados para a versão S.

A gama de cores consiste no clássico Ducati Red com jantes negras, disponível tanto para a Multistrada V2 como para a Multistrada V2 S, juntamente com o novo esquema de cores Street Grey com quadro negro e jantes GP Red, que está disponível apenas para a versão S.

Por fim, e não menos importante, destacar que para a Multistrada V2 e V2 S a marca italiana proporciona um período de garantia alargada a quatro anos com o 4Ever Ducati. A data prevista de chegada da nova Multistrada V2 aos concessionários nacionais é no próximo mês de novembro.

Galeria de fotos Ducati Multistrada V2

andardemoto.pt @ 30-9-2021 20:55:09


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews