Royal Enfield No. 55 GT 650 Production Racer - Uma Continental GT 650 pronta para a pista

A GT 650 Production Racer é uma moto customizada, que tem por base a Royal Enfield Continental GT650. Foi concebida pela Royale Motorcycles de Hamilton, na Nova Zelândia.

andardemoto.pt @ 22-6-2022 01:58:23

Com o passar dos anos a marca indiana tem trabalhado para melhorar a qualidade das motos que fabrica, mantendo sempre o característico estilo de moto retro.

No entanto, não se está à espera de encontrar uma Royal Enfield nas pistas de corrida, mas a modificada Royal Enfield Continental GT 650 intitulada de: 55 GT 650, parece estar mais do que pronta para enfrentar esse desafio. 

Este exemplar único foi vencedor da segunda edição do desafio ‘Busted Knuckles Build Off’, um concurso especial de construção de motos personalizadas, organizado pela Royal Enfield Australia e Nova Zelândia, especificamente para os seus concessionários.


Trata-se de uma moto de competição extremamente competente, para enfrentar qualquer Track-day.

A construção desta moto somou cerca de 350 horas de trabalho. “Conseguimos muitas peças de outras motos e outros fabricantes, para garantir que conseguíamos uma desportiva séria e não apenas uma réplica”, acrescentou ainda Dylan, da Royale Motorcycles .

A No. 55 GT 650 Production Racer apresenta por isso, um robusto braço oscilante de alumínio tirado de uma Honda.

As roda dianteira, de 17 polegadas, assim como a forquilha e o sistema de travagem, provêm de uma Triumph Daytona. A roda traseira é de uma Kawasaki Ninja 400 e ambas estão equipadas com pneus Pirelli Diablo SuperCorsa,

Tal como a carenagem frontal aerodinâmica, também o sistema de admissão e escape foram fabricados por medida. O remate é destacado pelo estilizado escape hidroformado da HP Corse.


Das poucas coisas que ficaram intocadas da Continental GT650 foram o depósito de combustível, que apenas foi pintado num interessante esquema bicolor, e o motor que, por opção, foi mantido igual ao original de forma a garantir a fiabilidade e a resistência típicas das motos da Royal Enfield.
O importante era fazermos algo muito diferente. Ficámos um pouco loucos, sobretudo porque não queríamos construir outra cafe racer, nem outra bobber, ou tracker”, disse Dylan após saber da sua vitória no concurso de personalização.

andardemoto.pt @ 22-6-2022 01:58:23


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews