Casal bate recorde do Guiness ao circunavegar o mundo de Suzuki V-Strom 1050XT

Lavi Scholl e Ollie Gamblin estabeleceram um novo recorde mundial do Guinness, tornando-se o par mais jovem a circunavegar o mundo de moto, em dupla. Utilizando uma Suzuki V-Strom 1050XT, visitaram 39 países em cinco continentes, percorrendo 75.177 quilómetros em 589 dias.

andardemoto.pt @ 9-6-2024 07:05:00

Partindo do Ace Cafe em Londres numa V-Strom 1050XT doada pela concessionária local, Motorcycle World, Ollie, de Northampton, assumiu o comando com Lavi, de Hanover, Alemanha, como passageira. A dupla iniciou a sua jornada pela França, seguindo depois para o sul, atravessando a Espanha.

Deixando o continente europeu, chegaram a Marrocos, África. Seguindo pela costa oeste, viajaram através da Mauritânia até ao Senegal, onde a V-Strom foi carregada num contentor e enviada para o Brasil, iniciando a etapa sul-americana da viagem.

Depois de chegarem ao Brasil, viajaram ainda mais para o sul, até ao extremo da Argentina, alcançando a cidade mais meridional do mundo, Ushuaia, na Terra do Fogo, antes de voltarem para o norte, passando pelo Chile, Bolívia, Peru, Equador e Colômbia. Após atravessarem oito países na América do Sul, Lavi e Ollie transportaram a sua V-Strom 1050XT pela Darien Gap até ao Panamá, entrando na América do Norte. Continuaram a subir até ao Canadá, antes de enviarem a moto por via aérea para Seul, Coreia do Sul, não sem antes casarem em Las Vegas, Nevada, nos EUA.


O casal embarcou para Vladivostok, Rússia, e continuou para oeste, através da Mongólia, Cazaquistão e Quirguistão, atravessando eventualmente o Mar Cáspio para o Azerbaijão, Geórgia, Turquia e, finalmente, de volta à Europa. Passaram por nove países adicionais, com a Bélgica sendo o 39º e último país visitado, antes de regressarem à França e, finalmente, ao Reino Unido, completando a sua jornada, 20 meses após a partida.

Lavi comentou sobre o planeamento da viagem: “A ideia para um Recorde do Guinness surgiu após um amigo nosso tentar tornar-se o Homem Mais Jovem a Circunavegar o Globo de Moto, um recorde já estabelecido. Enviámos um e-mail perguntando se poderíamos criar um recorde de equipa sob os mesmos critérios. Eles aceitaram sob o título de Par Mais Jovem a Circunavegar o Globo de Moto (com Passageiro).

“Tivemos a liberdade de planear o nosso próprio percurso, desde que cumpríssemos os critérios de circunavegação do Guinness."

“Mas, honestamente, quando começámos não pensávamos realmente que iríamos conseguir dar a volta ao mundo. O objetivo era apenas chegar o mais longe possível, mas sempre imaginámos que algo nos iria parar, um problema de visto ou de transporte, algo assim. A nossa mentalidade era apenas, enquanto pudermos continuar, continuamos, e assim foi até ao fim.”


Sobre os quilómetros percorridos e os países visitados, Ollie comentou: “Vimos muitos lugares, conhecemos muitas pessoas e tivemos muitas experiências. Se tivesse que escolher um país que se destacou, era a Mongólia, porque realmente nos surpreendeu. As paisagens são vastas e incríveis, há rebanhos de animais a correr por todo o lado e os locais vivem em gers. Foi absolutamente lindo. Outro destaque foi ver orcas selvagens caçar pinguins na remota costa argentina. Foi como uma cena de um documentário bem à nossa frente.”

Apesar do sucesso da viagem e do recorde alcançado, não foi sem desafios e momentos difíceis.

Ollie refletiu: “Tivemos que esperar no Rio de Janeiro durante oito semanas porque a moto perdeu-se durante o transporte do Senegal. E, certamente, caímos muitas vezes! Eu não tinha muita experiência de condução antes de começarmos, especialmente em motos grandes, então foi uma verdadeira aprendizagem. Especialmente a dois e com toda a nossa bagagem. Também passámos por algumas situações de tempo difícil em lugares como as montanhas de alta altitude dos Andes, onde as passagens nos levaram até quase aos 5000 metros.


“Mas, ao longo de tudo, a V-Strom 1050XT foi absolutamente sólida. A fiabilidade foi a sua maior virtude. Considerando o terreno que percorreu e o intervalo entre serviços, foi praticamente inquebrável. Ao longo de quase 75.000 quilómetros, tivemos apenas problemas menores com alguns rolamentos que cederam em condições hostis e o amortecedor traseiro, que precisou de ser substituído. Mas foi absolutamente incrível, dado tudo aquilo por que passou.”

Lavi e Ollie estarão no Adventure Bike Rider Festival em Ragley Hall de 28 a 30 de junho, e documentarão a sua jornada no seu canal do YouTube, que pode ser visto aqui.


andardemoto.pt @ 9-6-2024 07:05:00


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews