MotoGP Emilia Romana - Miguel Oliveira 8º no primeiro dia e com excelente ritmo

Piloto português não melhorou o seu tempo na segunda sessão de treinos livres do Grande Prémio da Emilia Romana. Mas o tempo na FP1 permite a Miguel Oliveira estar provisoriamente nas posições de acesso à Qualificação 2, terminando o primeiro dia em Misano com o 8º melhor tempo.

andardemoto.pt @ 18-9-2020 15:19:47

Uma semana depois do Grande Prémio de São Marino, uma corrida em que terminou na 11ª posição, Miguel Oliveira voltou novamente ao Misano World Circuit Marco Simoncelli para iniciar a sua participação em mais uma ronda do Mundial de Velocidade.

O Grande Prémio da Emilia Romana começou com as duas primeiras sessões de treinos livres a decorrerem com excelentes condições climatéricas, enquanto pilotos e equipas aproveitaram o conhecimento recente do circuito, e também dos testes a meio da semana, para começarem ao ataque já desde o primeiro dia.

Miguel Oliveira conseguiu obter o oitavo melhor tempo na tabela de tempos combinada das sessões de treinos livres 1 e 2.

Embora não tenha conseguido melhorar o seu registo na parte da tarde, ainda assim a sua melhor volta em 1m31.955s deixa-o dentro dos dez melhores do primeiro dia em Misano e a apenas três décimas de Brad Binder (Red Bull KTM Factory).



Em comparação com o tempo que conseguiu há uma semana atrás, Miguel Oliveira rodou hoje cerca de um segundo mais rápido, e o ritmo do português da Tech3, que inclusivamente foi o segundo mais veloz a cumprir o segundo setor do circuito de Misano, deixa boas indicações para a decisiva sessão FP3, e também para a qualificação de MotoGP, que se antevê bastante “apertada”, pois as diferenças entre pilotos são muito curtas.

Dos dez mais rápidos neste primeiro dia do GP da Emilia Romana, e que por isso estão provisoriamente nos lugares de acesso direto à Qualificação 2, Miguel Oliveira, Joan Mir (Ecstar Suzuki) e Franco Morbidelli (Petronas Yamaha SRT) foram os únicos que não melhoraram o seu tempo da FP1 para a FP2.

Brad Binder surpreendeu tudo e todos ao obter o melhor tempo do dia e lidera a tabela de tempos combinados. O sul-africano, vencedor do GP da República Checa, levou a sua KTM RC16 a percorrer o traçado italiano em 1m31.628s, ficando assim a apenas cerca de duas décimas do recorde absoluto do circuito e que foi obtido por Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha) quando obteve a “pole position” para o GP de São Marino.




Quem também se mostrou em bom plano neste primeiro dia de ação em Misano foi o japonês Takaaki Nakagami. O piloto da Idemitsu LCR Honda, fabricante que este fim-de-semana vê o seu “plantel” ainda mais reduzido pois Stefan Bradl desistiu de competir devido a “arm pump”, será a grande esperança da Honda em conseguir, finalmente, um pódio esta temporada.

Nakagami foi o segundo melhor de hoje, seguido de perto por Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT). Destaque para Maverick Viñales (4.º tempo) com o piloto da equipa de fábrica da casa de Iwata a utilizar o sistema de escape com ponteira longa que a Yamaha testou durante a semana.

Este foi apenas o primeiro dia de um Grande Prémio que mais uma vez pode trazer grandes alterações à classificação de MotoGP. Andrea Dovizioso (Mission Winnow Ducati) é líder da classificação desde o fim-de-semana passado tendo destronado Fabio Quartararo do topo. Miguel Oliveira está em 10º, pelo que um bom resultado nesta segunda corrida em Misano pode permitir ao português dar um enorme salto e chegar-se mais acima na tabela de pontos.

Quer saber quando é que os pilotos de MotoGP regressam à pista? Então clique aqui para ficar a conhecer os horários completos do Grande Prémio da Emilia Romana.

andardemoto.pt @ 18-9-2020 15:19:47


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP