MotoGP 2021 – A reação de Miguel Oliveira ao Grande Prémio da Emilia Romagna

O piloto português terminou de forma inglória aquele que estava a ser um bom fim de semana em Misano. Miguel Oliveira foi obrigado a abandonar a poucas voltas do fim do Grande Prémio da Emilia Romagna. Aqui fica a reação do piloto português da Red Bull KTM Factory.

andardemoto.pt @ 25-10-2021 12:05:36

A antepenúltima prova da temporada 2021 de MotoGP, que consagrou o francês Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha) como novo campeão da categoria rainha, terminou de forma inglória para Miguel Oliveira.

O piloto português da Red Bull KTM Factory estava a ter aquele que, sem dúvida, estava a ser o melhor fim de semana depois da pausa de verão. Não só os resultados de cada sessão foram muito positivos, com destaque para o 5º lugar na qualificação para o Grande Prémio da Emilia Romagna, como na corrida de 27 voltas o piloto luso estava confortável a rodar entre os primeiros classificados e com hipóteses de chegar ao pódio.

Depois de um arranque “canhão” que o levou de 5º para 2º, e embora tenha depois perdido posições para estabilizar novamente na posição inicial, Miguel Oliveira revelou ao longo da corrida de Misano um ritmo constante e rápido.



Ascendeu à 4ª posição aproveitando a queda de Jack Miller (Ducati Lenovo Team), mas quando poderia inclusivamente ter ascendido à 3ª posição devido à queda a cinco voltas do fim de Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team), o piloto português sofreu também ele uma queda, a baixa velocidade, mas que foi suficiente para impedir que terminasse esta que estava a ser uma corrida muito conseguida por parte do piloto da Red Bull KTM Factory.

Na reação a este abandono, Miguel Oliveira afirma que “Estou triste por não ter terminado esta corrida, com as chances que tínhamos de terminar dentro do top 5 ou até mesmo no pódio. Mas estou contente com todo o fim de semana, com a minha corrida, no final ficou muito difícil de controlar a minha moto em alguns pontos, e a queda veio disso mesmo, mas saímos daqui contentes e de cabeça erguida para Portimão”.



Com mais uma corrida sem somar pontos, Miguel Oliveira mantém-se, no entanto, na 10ª posição do campeonato.

A próxima ronda será o Grande Prémio do Algarve no Autódromo Internacional do Algarve. Aquele que será o penúltimo Grande Prémio de 2021, e a segunda visita do Mundial de Velocidade este ano a Portugal, realiza-se de 5 a 7 de novembro.

andardemoto.pt @ 25-10-2021 12:05:36


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP