MotoGP – Alvaro Bautista no lugar de Johann Zarco na KTM?

Espanhol ainda não acordou novo contrato com a Ducati e a Honda está a tentar assegurar os seus préstimos para o Mundial Superbike. Mas Alvaro Bautista tem uma “porta aberta” em MotoGP, e a saída de Johann Zarco da KTM pode ser a forma de Bautista regressar ao Mundial de Velocidade.

andardemoto.pt @ 16-8-2019 13:07:37

A confirmação da saída de Johann Zarco da Red Bull KTM Factory no final da atual temporada de MotoGP, deixou o paddock do Mundial de Velocidade em ebulição. Quando parecia que este ano não teríamos uma “silly season”, a verdade é que a saída de Zarco baralhou as contas de algumas equipas e de pilotos.

Da parte da equipas, a KTM enfrenta agora uma tarefa um pouco complicada de substituir aquele que foi o seu principal piloto para este ano. Zarco, infelizmente para o próprio e para a KTM, não se adaptou à KTM RC16 e não justificou o forte investimento feito nele por parte da KTM.

A sua saída anunciada depois do Grande Prémio da Áustria abriu uma vaga numa equipa de fábrica de MotoGP, e essa vaga, depois de vários nomes terem sido falados, entre eles o de Miguel Oliveira, que no entanto tudo indica que permanece na Tech3 por mais uma temporada, pode vir a ser preenchida com um regresso de um nome bem conhecido do MotoGP e do Mundial de Velocidade.


Alvaro Bautista, que ainda não renovou o seu contrato com a Ducati, aparentemente devido a desacordo de verbas, tem também em cima da mesa uma proposta financeiramente muito interessante para permanecer no Mundial Superbike.

A Honda, mais propriamente o departamento de competição Honda Racing Corporation, pretende ver Bautista aos comandos da nova Fireblade V4, e o espanhol natural de Talavera de la Reina estará muito perto de assinar pela Honda.

No entanto, o vice-líder do Mundial Superbike nunca escondeu que a sua intenção seria regressar ao MotoGP, de onde saiu esta temporada para rumar às Superbike, campeonato onde “caiu como uma bomba” ao dominar por completo a primeira metade do ano.

A KTM, através do patrocinador principal Red Bull, poderá colocar em cima da mesa uma proposta que será financeiramente também muito vantajosa para Alvaro Bautista.

Para a marca austríaca, e depois do fiasco que tem sido Johann Zarco, será extremamente importante acertar na contratação de um novo piloto que seja capaz de elevar o potencial da RC16, missão que tem sido cumprida, principalmente, por Pol Espargaró e pelo português Miguel Oliveira, que inclusivamente foi extremamente elogiado pela cúpula diretiva da KTM depois do brilhante resultado no Red Bull Ring.


Caso a KTM não consiga convencer Alvaro Bautista a regressar ao MotoGP e sentar-se aos comandos da RC16, as hipóteses de pilotos que possam pilotar essa moto estão, de acordo com os rumores, limitadas a Mika Kallio e Dani Pedrosa, atualmente ambos têm a missão de serem pilotos de testes da KTM, e nas últimas horas falou-se inclusivamente em Remy Gardner que compete em Moto2.

Para já existe uma grande expectativa em torno de quem será o novo piloto da KTM Factory e do futuro da Alvaro Bautista. Em breve saberemos quem vai para onde.

andardemoto.pt @ 16-8-2019 13:07:37