Dakar 2020 - Edwin Straver faleceu e torna-se na segunda vítima de 2020

Piloto holandês não resistiu às lesões sofridas numa queda a 16 de janeiro. Edwin Straver, de 48 anos, faleceu e torna-se assim na segunda vítima confirmada da primeira edição do Rali Dakar na Arábia Saudita.

andardemoto.pt @ 24-1-2020 11:58:18

Precisamente no dia em que se realizará o funeral do português Paulo Gonçalves, falecido durante a 7ª etapa do Rali Dakar, infelizmente temos de escrever outro artigo em que damos conta da perda de mais uma vida em resultado da prova que este ano decorreu pela primeira vez na Arábia Saudita.

O piloto holandês Edwin Straver, de 48 anos, não resistiu às graves lesões que sofreu numa queda a pouco mais de 50 km/h durante a segunda metade da etapa maratona, já mesmo com o fim do Rali Dakar à vista. O estado grave em que ficou já não permitia ter grandes esperanças, mas Edwin Straver foi resistindo... até agora.

Edwin Straver sofreu uma forte pancada nas costas e na nuca, entrou em paragem cardiorespiratória durante 10 minutos, e foi o português Mário Patrão o primeiro a socorrer o piloto holandês. A equipa médica do Rali Dakar conseguiu reanimar Straver, mas já no hospital foi confirmada, para além de outras lesões, uma fratura grave na cervical.


Apenas a sobreviver graças às máquinas e em morte cerebral, a família tomou a decisão de o transportar por avião para a Holanda, onde os médicos acabaram por em conjunto com a família do malogrado piloto desligar as máquinas depois de comprovados os extensos danos cerebrais.

A participar no Rali Dakar pela terceira vez, Edwin Straver logrou vencer a categoria Original by Motul em 2019.

Esta é a 31ª vida que o Rali Dakar cobra. Um preço demasiado alto a pagar por quem participa na maior e mais dura prova de todo-o-terreno do mundo.

O Andar de Moto deixa à família de Edwin Straver os mais sentidos pêsames.

andardemoto.pt @ 24-1-2020 11:58:18


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto