Honda NSS300 FORZA 2013

Eis a Nova maxi-scooter desportiva Honda, com um motor económico e de alta autonomia, ciclística compacta e arrumação para dois capacetes. Sistema de Travagem Combinada de origem e ABS como opção.

andardemoto.pt @ 23-11-2012 16:37:33

Indo de encontro à origem da Honda, em 1954, pouco depois de se ter estabelecido como empresa, a marca lançou a scooter Juno K, um modelo mono-cilíndrico de 220 cm³. Em 1962, foi lançada a Juno M80, um modelo bicilíndrico de 125 cm³; ambas as máquinas partilhavam uma transmissão hidráulica-mecânica tipo Baldini e estavam imbuídas com o desejo da Honda em fabricar motos confortáveis, funcionais e divertidas.

No início dos anos 80, do século passado, no Japão, verificou-se um enorme crescimento na popularidade das scooters de baixa cilindrada. Em 1984, a Honda estreou a scooter Freeway, um modelo mono-cilíndrico de 250 cm³, concebido para que condutor e passageiro pudessem usufruir de uma moto mais confortável e mais rápida; em 1986, a Fusion veio juntar-se ao mercado, oferecendo um estilo descontraído. O modelo mono-cilíndrico Foresight de 250 cm³ lançado em 1996 foi apelidado "Scooter Desportiva", misturando performances ágeis com condução confortável. Uma versão de 125 cm³ vendida na Europa teve a denominação Pantheon.

A Honda continuou a operar no mercado das scooter de alta cilindrada com o desenvolvimento da classe de 250-300 cm³ no final dos anos 90 do mesmo século. A scooter original Forza, revelada no ano 2000, detinha uma condução desportiva travões combinados e muito espaço de arrumação. Foi muito bem recebida na Europa, onde os seus proprietários se aperceberam das suas capacidades multi-funcionais, nas deslocação de e para o trabalho, escola e de lazer.

Ao longo dos últimos 12 anos, a Forza tem vindo a evoluir. Em 2004, este modelo ganhou uma transmissão S MATIC CVT (Transmissão de Variação Contínua) controlada electronicamente, um sistema imobilizador anti-roubo com chave inteligente, um sistema PGM-FI de injecção de combustível e espaço para dois capacetes integrais debaixo do banco.

As necessidades dos clientes relativamente a uma scooter de média cilindrada têm permanecido bastante consistentes desde o lançamento da Forza. Tanto os clientes mais experientes como os mais jovens procuram eventualmente passar de uma moto de 125 cm³ para outra de maior cilindrada e, de acordo com investigações desenvolvidas pela Honda, no topo da lista de preferências de todos os potenciais clientes estão a segurança e a excelente qualidade de construção, bem como uma boa relação qualidade-preço, durabilidade e um motor capaz de boas prestações, tanto em auto-estrada, como na cidade. Um design fresco e um sentido de estilo também são importantes para os clientes.

A NSS300 Forza foi concebida para oferecer uma utilização abrangente e o conforto de uma scooter, combinando entusiasmo e diversão só possível de alcançar numa moto. Este também é um modelo de preço acessível para todos, desde o condutor iniciado ao veterano, com uma posição de condução que acomoda facilmente condutores de diversas estaturas.

Este modelo é suficientemente grande para acomodar duas pessoas com conforto, oferecendo simultaneamente uma elevada protecção contra os elementos atmosféricos, mas não tão grande que impeça levá-la por espaços mais apertados.

A altura do banco é apenas 716 mm, o que, combinado com o seu formato ergonómico, torna a condução da NSS300 Forza muito fácil, proporcionando um bom desempenho em auto-estrada.

O quadro tubular, em aço, tipo berço, extremamente robusto e durável proporciona uma condução confiante em todas as condições. Fabricado em duas partes (rigidez e flexibilidade), harmonizadas e optimizadas com recurso à análise CAE (Computer Aided Engineering - Engenharia Assistida por Computador). O equilíbrio de rigidez do quadro foi optimizado, oferecendo maior sensibilidade ao condutor, com menor vibração. O peso do quadro foi reduzido em 10%, em comparação com os mjodeos anteriores, já que a chapa de reforço foi dispensada.

As jantes de alumínio fundido (14 x 3,0 polegadas à frente, 13 x 4,0 polegadas atrás), garantem estabilidade e aderência com segurança. O Sistema Combinado de Travagem (CBS) da Honda, onde a manete do travão traseiro também acciona o travão dianteiro (a manete do travão dianteiro opera somente o travão dianteiro) aumenta a tranquilidade nas situações de travagem de emergência. O sistema combinado com ABS também está disponível como opção.

A autonomia proporcionada pelo depósito de 11,6 litros de combustível chega aos 354 quilómetros, graças aos fantásticos consumos de 3,2lt/100km (modo WMTC).

O tablier, de fácil leitura, inclui velocímetro, relógio, dois conta-quilómetros parciais mais indicador de combustível e de temperatura e luz avisadora do nível do óleo. A óptica dupla de 35/35 W e multi-reflector eficiente proporciona uma excelente visão nocturna, com a luz de presença de 5 W sempre ligada enquadram a frente distinta da NSS300 FORZA.

A NSS300 Forza vai estar disponível em três esquemas cromáticos:

Preto Metalizado Asteróide

Branco Pérola Himalaias

Prata Metalizada Foca

O motor, de quatro válvulas por cilindro, SOHC, possui características de potência ajustadas que permitem economizar combustível, e apresenta boas performances em todas as gamas de rotação, produzindo 24 CV (17,9kW) às 8.250 rpm.

andardemoto.pt @ 23-11-2012 16:37:33

Galeria de videos

Galeria de fotos