A scooter elétrica da Ducati já chegou... mais ou menos!

Ducati celebra uma parceria a nível mundial com a Super Soco para a comercialização de uma edição especial e limitada Ducati Corse da scooter elétrica CUx. A primeira scooter elétrica da Ducati chegou finalmente, ainda que não seja um produto 100% Ducati.

andardemoto.pt @ 23-5-2019 09:30:00

Claudio Domenicali, CEO da Ducati, já enfatizou mais do que uma vez a necessidade dos fabricantes de motos se virarem para a mobilidade amiga do ambiente. O próprio Domenicali não esconde que um dos projetos da casa de Borgo Panigale, talvez para um futuro a médio prazo, é de uma moto elétrica, possivelmente uma scooter. Mas para já nada se sabe desse projeto elétrico.

No entanto, e após celebrar uma parceria a nível mundial com a Super Soco, fabricante de scooters elétricas, a Ducati já pode dizer que tem em comercialização uma scooter elétrica: a CUx Ducati Corse limited edition.

Bom, na realidade a scooter que aparece nas imagens que acompanham este artigo é apenas uma normal Super Soco CUx coberta por gráficos Ducati Corse, muito semelhantes aos que podemos ver na poderosa (e a combustão!) Panigale V4 S Corse. Não é por isso uma verdadeira scooter elétrica da Ducati, mas sim um “rebranding” de uma scooter elétrica já conhecida fabricada pela Super Soco.


Com um peso de apenas 70 kg a CUx Ducati Corse Limited Edition faz inveja às maiores Ducati, motos que habitualmente reclamam um peso muito reduzido. Por debaixo das suas carenagens de linhas futuristas, em que na traseira estão instalados diversos LED para melhorar visibilidade e segurança, encontramos uma bateria de lítio com 30V/60Ah, enquanto a função de movimentar a Super Soco fica a cargo de um motor elétrico Bosch com 1.3kW.

Com estas especificações, a scooter elétrica CUx Ducati Corse Limited Edition consegue circular até 45 km/h, enquanto a autonomia atinge os 65 km. De referir que, e isto é uma característica muito interessante e positiva para quem não tem garagem, a Super Soco permite que o condutor remova a bateria da scooter e a carregue em casa, sendo que a bateria demora cerca de 7 horas a ficar totalmente carregada.


Apesar desta não ser ainda a tão aguardada proposta elétrica fabricada pela Ducati, não deixa de ser interessante o interesse da marca italiana em juntar-se a um fabricante de scooters elétricas, talvez a pensar já em possíveis soluções técnicas para a sua futura moto elétrica.

De referir ainda que a Super Soco CUx Ducati Corse Limited Edition não é o primeiro veículo de duas rodas com motor elétrico e com assinatura Ducati! Nos concessionários da casa italiana já se encontram em comercialização bicicletas elétricas, o que mais uma vez comprova que a Ducati aposta forte nos veículos de zero emissões.

andardemoto.pt @ 23-5-2019 09:30:00