Portou-se bem na estrada? Então recebeu 3 pontos na carta de condução!

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) fez uma análise à “carta por pontos” que entrou em vigor em 2016. Os números de condutores apanhados e que perderam pontos na carta são preocupantes. Mas se se portou bem na estrada, então a ANSR adicionou 3 pontos à sua carta de condução!

andardemoto.pt @ 5-6-2019 15:30:00

Foi em junho de 2016 que Portugal adotou a famosa “carta por pontos”, ou seja, a carta de condução dos portugueses passou a estar agregada a um sistema de pontos que, em caso de infração cometida e apanhada, levaria à subtração dos pontos. Os condutores começaram com 12 pontos na sua conta pessoal, e se se portassem bem na estrada, então podiam chegar aos 15 pontos.

Passaram agora três anos desde que a carta por pontos entrou em vigor, e por essa razão a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) fez questão de anunciar que os condutores portugueses que não foram apanhados a cometer infrações acabam de receber 3 pontos a somar aos 12 iniciais. Se está neste grupo, então parabéns! Desde domingo passado passou a ter 15 pontos.

No entanto a ANSR fez também questão de analisar o comportamento e os dados recolhidos desde a entrada em vigor desta medida de carta por pontos, uma medida que foi adotada em Portugal tendo por objetivo ajudar os condutores portugueses a perceber a importância de adotarem comportamentos corretos enquanto conduzem.

De acordo com o comunicado da ANSR, os condutores portugueses de facto perceberam o objetivo da introdução da carta por pontos. Verificou-se, na altura, uma diminuição de 25% ao nível das contraordenações cometidas.


Mas essa tendência de diminuição foi, como se costuma dizer, “Sol de pouca dura”.

A ANSR refere que dos 80 mil condutores que viram ser subtraídos pontos à sua carta de condução, mais de 60% perdeu 2 pontos, o que significa que cometeram uma infração grave. Mas, pior que isso, os números negativos não param de aumentar! De acordo com a Secretaria de Estado da Proteção Civil, ao longo dos primeiros meses de 2019 já perderam pontos na carta 73 mil condutores... mais do que em todo o ano de 2018.

Apesar dos números parecerem indicar que os condutores portugueses estão já “habituados” à carta por pontos, e aceitam perder pontos, o que faz perder o efeito benéfico desta medida que entrou em vigor desde 2016, a ANSR continua a acreditar que a carta por pontos é uma mais-valia, é uma medida transparente, e de fácil compreensão.

andardemoto.pt @ 5-6-2019 15:30:00