Ultraviolette F77 – A desportiva elétrica indiana que é acessível

A Ultraviolette associou-se à TVS Motors e criou a F77. Esta desportiva elétrica indiana tem um preço muito acessível, prestações interessantes, detalhes curiosos e uma autonomia de até 150 km com uma carga completa. Fique a conhecer esta novidade elétrica.

andardemoto.pt @ 13-12-2019 13:46:09

O mundo das duas rodas está cada vez mais virado para as motorizações elétricas. Desde os fabricantes desconhecidos e de menor dimensão, como a Savic, ou nomes “pesados” da indústria como é o caso da BMW Motorrad que nos mostrou o protótipo da E-Power Roadster, parece que atualmente as motos elétricas estão no centro das atenções.

E as novidades chegam de todos os cantos do mundo! Neste caso da India.

A Ultraviolette F77 é a mais recente proposta indiana no mundo das motos elétricas. Nascida da colaboração da Ultraviolette com o gigante indiano TVS Motors, que já conhecemos de ligações com a BMW Motorrad no desenvolvimento e fabrico dos modelos G310, a F77 é uma desportiva elétrica e com prestações bem interessantes.


A marca anuncia que a F77 acelera dos 0-100 km/h em 7,5 segundos, mas o mais interessante são os míseros 2,9 segundos que necessita para atingir os 60 km/h! Estas prestações resultam da utilização de um motor capaz de desenvolver uma potência equivalente a 37 cv. Mas se a potência não o deixa impressionado, então que tal se lhe dissermos que a Ultraviolette F77 disponibiliza nada menos do que 450 Nm de binário? Já é bem mais interessante!

As baterias de iões de lítio desta desportiva elétrica indiana são removíveis para facilitar o carregamento, por exemplo, em casa, um fator importante para os motociclistas que não têm uma garagem para carregar a moto.

Estão inseridas na moto em 3 “packs”. Deste conjunto de baterias a Ultraviolette revela que conseguem extraír uma autonomia máxima de até 150 km com uma carga, sendo que o carregamento das baterias pode demorar 90 minutos num posto de carga rápida.


A Ultraviolette F77 está disponível em três variantes – Lighting, Shadow, Laser – e cada uma conta com suspensões ajustáveis em ambos os eixos, painel de instrumentos digital TFT a cores e com ecrã tátil, travões ByBre (subsidiária da Brembo), enquanto o condutor pode selecionar um de três modos de condução: Eco, Sports, e para os mais atrevidos o modo Insane.

Com um design que vai buscar inspiração à KTM e à naked Duke (ótica frontal), o grande fator decisivo para tornar a Ultraviolette F77 num sucesso será o seu preço!

Apesar de estarmos a fazer o câmbio direto em relação aos valores apresentados para o mercado indiano, a Ultraviolette F77 tem um preço de 4.120€, equivalente a motos 125 cc a combustão, e que, tendo em conta o que podemos ver nas fotos e na ficha técnica, é um valor bastante ajustado para o que esta desportiva elétrica oferece.

Será que a Ultraviolette F77 estará disponível em breve nos mercados europeus? Não sabemos dar resposta a esta pergunta. Pelo menos de momento não parece que a Ultraviolette esteja a pensar em aparecer na Europa. Mas com estas características e este preço, a F77 parece-nos que seria uma opção muito interessante para os motociclistas europeus que procuram uma moto elétrica acessível.

andardemoto.pt @ 13-12-2019 13:46:09


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews