Triumph apresenta a nova Street Triple R

Marca britânica refinou as características da Street Triple R. Esta versão de 2020 ganha um motor Euro 5, mais equipamento, um design mais agressivo, e vê a sua performance melhorar. Fique a conhecer a nova Triumph Street Triple R.

andardemoto.pt @ 11-2-2020 12:09:13

Depois de nos maravilhar com a mais potente e “track focused” Street Triple RS – clique aqui para ler o nosso teste –, a Triumph volta ao ataque no segmento streetfighter de média cilindrada e apresenta a nova Street Triple R de 2020.

Esta naked que se tornou num dos ícones do segmento e que salvou a Triumph quando apareceu na sua forma original 675 cc, ganha este ano um conjunto de argumentos que a tornam numa opção bastante mais tentadora para quem procura uma streetfighter agressiva mas que não pretende a variante mais exótica RS.

Assim, a nova Triumph Street Triple R sofre um conjunto de modificações para se atualizar, principalmente em termos de design e de motor.

Mas comecemos precisamente pelo motor.

Aclamado pela crítica, o motor tricilíndrico de 765 cc passa agora a estar de acordo com as regras de homologação Euro 5, mais restritivas em termos de emissões poluentes e que entraram em vigor a 1 de janeiro de 2020. Mas isso não significa que o motor perde eficácia! Bem pelo contrário.

Os engenheiros da Triumph trabalharam os componentes internos do motor da Street Triple R, e reduziram em 7% a inércia rotacional. Isto permitiu melhorar a resposta do motor a baixos e médios regimes, e ao mesmo tempo oferecer uma potência de 118 cv às 12.000 rpm e um binário máximo de 77 Nm às 9.400 rpm.

Ao mesmo tempo a Street Triple R mantém e até melhora a típica sonoridade que estamos habituados a ouvir no motor tricilíndrico. A admissão foi retocada, nomeadamente na caixa de ar que oferece um uivar mais pronunciado, enquanto o novo sistema de escape, que mantém a configuração com ponteira curta e em posição baixa, emana um som que mais parece de uma moto de competição.


Apesar de ser uma versão mais acessível, a Street Triple R vai buscar alguns componentes da sua irmã mais exótica e topo de gama. Assim, à RS, a Street Triple R foi buscar a caixa de velocidades mais suave e com as duas primeiras relações de caixa mais curtas, maximizando assim a aceleração proporcionada pela subida de rotações mais rápida deste motor Euro 5.

Além disso, os motociclistas vão poder socorrer-se do novo quickshift para subir e descer de relações de caixa sem recorrer à embraiagem. A Street Triple R está melhor equipada do que a geração anterior, uma demonstração de que a Triumph ouviu e satisfez os pedidos dos seus clientes.

Ainda ao nível da ciclística, a nova Triumph Street Triple R destaca-se pela utilização de suspensões Showa, totalmente ajustáveis em pré-carga / compressão / extensão, onde brilha a forquilha SF-BPF e o monoamortecedor RSU, enquanto a travagem fica a cargo da Brembo que fornece pinças monobloco de quatro pistões, as eficazes M4.32 que utilizam pastilhas de composto específico para as capacidades dinâmicas da Street Triple R.

A estrutura que suporta tudo isto mantém praticamente inalterada. A exceção é o pivot do braço oscilante, com design tipo asa de gaivota. O posicionamento do pivot foi otimizado para garantir que a potência é passada para a estrada de uma forma mais eficiente, sem perdas de tração, e ao mesmo tempo permite ao condutor usufruir de saídas de curva com trajetórias mais fechadas.

Se tudo isto não for suficiente para espicaçar o seu apetite para conduzir uma Street Triple R, então a Triumph ainda guardou mais algumas boas notícias para si!

O pacote eletrónico instalado na nova Street Triple R inclui três modos de condução – Road, Rain e Sport. No modo Rain a potência é reduzida para os 100 cv para uma condução mais suave, tudo isto propocionado pelo acelerador eletrónico “Ride-by-Wire” que oferece uma ligação instantânea entre o punho do acelerador e a resposta do motor aos impulsos.

Para completar o pacote eletrónico temos ainda o sempre obrigatório sistema de ABS, enquanto o controlo de tração está lá para manter tudo em segurança caso o piso tenha menos aderência.


Para além dos mais de 60 acessórios disponíveis nos concessionários Triumph para personalizar a nova Street Triple R, a marca britânica disponibiliza ainda uma variante LRH – Low Ride Height. Com o assento a apenas 780 mm de altura, 45 mm mais baixo do que a versão normal, a Street Triple R torna-se assim mais acessível para condutores de menor estatura. Esta versão LRH conta com um assento de construção específica e uma configuração de suspensões especial.

Com um design que foi renovado e coloca a Street Triple R com um caráter mais agressivo, e onde destacamos as novas óticas frontais com formato mais vincado e luzes diurnas em LED, esta novidade pode ser adquirida nas cores Sapphire Black ou Matt Silver Ice. Os gráficos Diablo Red e Aluminium Silver complementam o “look”, as jantes têm a parede lateral pintada à mão a cor vermelha, e o sub-quadro desta versão R é também em vermelho.

Quanto a preço, a Triumph Portugal confirma que a nova Street Triple R de 2020 tem um PVP de 9.900€, um valor que é 1.350€ inferior ao valor praticado para a versão 2019. Isto significa que temos uma moto mais evoluída a um preço mais baixo.

A nova Triumph Street Triple R chega aos concessionários nacionais a partir de março.

andardemoto.pt @ 11-2-2020 12:09:13

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews