Torsten Hallman, o piloto que ajudou a evitar o fim das motos Husqvarna

Quatro vezes campeão mundial de motocross na classe de 250 cc, Torsten Hallman ajudou a evitar o fim da atividade da Husqvarna no mundo das duas rodas. O fundador da marca de equipamentos THOR, Torsten Hallman fala-nos sobre o que aconteceu no início da década de 60.

andardemoto.pt @ 30-7-2021 14:40:05

A Husqvarna foi fundada em 1903 e o seu nome tem um lugar de destaque no mundo das duas rodas, mas desde que se tornou parte do gigantesco grupo KTM a marca de origem nórdica tem estado particularmente ativa na apresentação de várias novidades.

Uma das motos mais aguardadas para o próximo ano é, precisamente, a nova Husqvarna Norden 901. Mas alguns modelos elétricos também estão em destaque, como são os casos da E-Pilen ou da recém-anunciada scooter elétrica Vektorr Concept.

Porém, apesar de hoje em dia a Husqvarna demonstrar ser uma marca com uma forte capacidade para aguentar eventuais períodos de crise, fruto do saneamento económico e da otimização de recursos proporcionada pelo grupo KTM, a marca nórdica passou, na sua já centenária história, por um período realmente difícil.

Foi no início da década de 60 do século passado que a administração do grupo Husqvarna quase decidiu pelo encerramento do departamento dedicado às motos. No final de 1961 a ordem era para acabar com a produção de motos. O fim estava próximo. No entanto, e tal como em outros casos, quis o destino que a competição fosse a salvação.


Nesse ano de 1961, e de acordo com os registos da marca, apenas foram fabricadas 423 unidades, um número claramente insuficiente para manter vivo o negócio, numa altura em que a antes bem sucedida, mas entretanto já bastante desactualizada, Silverpilen (Seta Prateada) chegava ao fim do seu período de vida útil, com os clientes a nela perderem o interesse.

Foi nesse momento negro, quando tudo parecia que ia acabar, que apareceu Torsten Hallman, um piloto da Husqvarna na classe 250 cc nos campeonatos de motocross.

Nascido em Uppsala, Suécia, Hallman integrou uma geração de pilotos suecos que deram cartas no motocross a nível internacional. As suas batalhas com o belga Jöel Robert ficaram famosas e são consideradas como algumas das mais entusiasmantes da história dos GP de motocross.

Leia também - Husqvarna atinge a marca de 100 títulos mundiais



Hallman recorda-se perfeitamente do que aconteceu em 1961: “A produção da Silverpilen estava a terminar pois a procura estava a decrescer. A administração decidiu que não iria investir mais dinheiro a desenvolver uma gama de motos. Como eu era um piloto apoiado pela fábrica, na classe 250 cc, avisaram-me que eu teria de procurar um caminho diferente para 1962 pois era o fim. Não haveria mais motos Husqvarna”.

Otimista por natureza, Torsten Hallman revela que “Não fiquei preocupado. Tinha vencido o meu primeiro Grande Prémio em 1961, e o futuro era prometedor. Depois de uns testes em novembro, recebi uma chamada de Ruben Helmin, engenheiro chefe da Husqvarna, que me disse que tinham conseguido poupar algum dinheiro da divisão de motoserras, que seria usado no desenvolvimento de um modelo de 250 cc mais competitivo. Algum dinheiro seria também usado no desenvolvimento do projeto de uma 500 cc a quatro tempos, e Rolf Tibblin foi contratado como piloto. Perguntaram-me se eu estaria interessado em pilotar a nova 250 cc da Husqvarna. Claro que eu estava interessado!”.


O sonho da Husqvarna em ser um nome de peso no mundo das duas rodas não estava, pelos vistos, no fim. E Torsten Hallman viria então a tornar-se numa lenda para a marca e para os aficionados da Husqvarna.

Em 1962 o piloto sueco conquistou o seu primeiro título mundial de 250 cc. “Consegui conquistar o título mundial em 1962 nas 250 cc, e o Rolf Tibblin fez o mesmo nas 500 cc, no que se tornou numa dobradinha importante para a Husqvarna nesse ano de conquistas. Nós os dois repetimos os títulos nos anos seguintes, e isso deu à Husqvarna uma enorme reputação a nível mundial”, refere Torsten Hallman.

O sucesso na competição foi depois passado para as motos que foram vendidas aos clientes. A divisão de motocross de competição da Husqvarna conseguiu convencer a administração da marca a criar uma edição limitada a 100 exemplares da moto de competição de 250 cc pilotada com sucesso por Torsten Hallman. A proposta foi aceite, e ainda bem, pois toda a produção esgotou em pouco tempo.



Com o período mais negro já ultrapassado, e com a produção de motos a regressar ao normal, a Husqvarna iniciou então um processo de exportação de motos para os Estados Unidos, e também para outros pontos no globo. O interesse nas “Husky” cresceu exponencialmente em todo o lado, e Torsten Hallman mostra-se “Muito orgulhoso por ter feito parte dos passos que foram dados nesses anos quando o fabrico de motos recomeçou e resultou numa época industrial sueca de grande sucesso”.

Foi assim que Torsten Hallman ajudou a manter vivo o sonho das motos Husqvarna. As suas conquistas e feitos nas pistas de motocross ajudaram a evitar o fim do negócio de motociclismo da marca nórdica, e permitiram, em última análise, que os motociclistas consigam usufruir hoje em dia das inovações técnicas apresentadas pela Husqvarna.

Torsten Hallman terminou a sua carreira como piloto do mundial com um total de 37 vitórias em Grandes Prémios de motocross e quatro títulos mundiais de MX. Trabalhou depois com a Yamaha e ajudou a desenvolver o sistema de suspensão traseira de monoamortecedor.

Depois disso iniciou a comercialização de calças e luvas de motocross para obter alguns rendimentos adicionais, e os produtos Hallman tornaram-se bastante populares nos Estados Unidos a meio dos anos 70 do século passado. Eventualmente, isso levou ao aparecimento da marca de equipamentos THOR - Torsten Hallman Original Racewear.

Torsten Hallman teve um papel importante na introdução do motocross na América. e por isso entrou para o AMA Hall of Fame no ano 2000 e em 2012 foi reconhecido como FIM Legend pelas suas conquistas no mundo das motos.

andardemoto.pt @ 30-7-2021 14:40:05


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews