Fabien Drasler estabelece novo recorde de cotovelo no asfalto mais rápido do mundo

O jornalista alemão conseguiu raspar o cotovelo no chão a 168,65 km/h e bateu o anterior recorde. Fabien Drasler usou uma Honda CBR1000RR-R Fireblade SP para bater o anterior recordista Josh Herrin e a sua Yamaha R6.

andardemoto.pt @ 24-9-2021 09:12:23

Os recordes existem para ser batidos. E foi precisamente esse o pensamento que levou Fabien Drasler, chefe de redação das revistas Motorrad e 1000PS, a desafiar os seus limites e a sua técnica em curva para tentar bater o recorde de raspar com o cotovelo no asfalto à maior velocidade possível.

A primeira vez que o Guinness World Records registou um recorde deste tipo foi em fevereiro deste ano. O piloto americano Josh Herrin, de 30 anos, visitou o circuito Buttonwillow Raceway Park com a sua Yamaha R6 e conseguiu mesmo atingir o objetivo e registar então o primeiro recorde de sempre do cotovelo mais rápido a raspar no asfalto: 162,4 km/h.

Raspar com o cotovelo no asfalto é uma técnica de pilotagem amplamente utilizada pelos pilotos de motos, que procuram uma forma mais direta de perceber a inclinação da moto em curva. Através do cotovelo conseguem ter uma melhor perceção da inclinação da moto, ajustando então a sua posição a velocidade, e outros detalhes, de forma a conseguirem percorrer as curvas mais depressa e baixar os tempos por volta.



No caso de Fabien Drasler, e embora a rapidez em curva seja o ponto fulcral deste recorde, tal como é numa corrida, não são os tempos por volta que o jornalista estava à procura. Na realidade, Drasler pretendia velocidade máxima para percorrer, no mínimo, 30 metros a mais de 162,4 km/h, com o cotovelo a raspar no asfalto durante essa distância. Se o conseguisse, ficaria nos registos do Guinness World Records como novo detentor do recorde.

A tentativa aconteceu no Slovakiaring bem perto do aeroporto de Bratislava, um circuito que, para além de estar disponível, tem também uma curva que, na visão da equipa que ajudou a preparar o recorde, permitiria a Drasler percorrer a distância necessária a raspar com o cotovelo no asfalto a alta velocidade. A moto escolhida para conseguir o recorde foi uma Honda CBR1000RR-R Fireblade SP, de série, e a única modificação permitida pelas regras do Guinness foi trocar os pneus de estrada por pneus slick, que neste caso foram fornecidos pela Bridgestone.



Nas duas primeiras tentativas o resultado ficou abaixo das expectativas. Mas na terceira tentativa, Fabien Drasler finalmente atingiu o objetivo e raspou com o cotovelo no asfalto durante mais de 30 metros a uma velocidade de 168,65 km/h! O resultado, já confirmado pelos técnicos do Guinness World Records, coloca o novo recorde 6 km/h acima do anterior recorde de Herrin.

Este não é um recorde fácil de conseguir.

Josh Herrin, piloto profissional e que muitas vezes publica nas suas redes sociais vídeos onde revela um controlo avassalador sobre a moto, revelou que durante uma tentativa deste tipo tem de exercer um controlo absoluto sobre o braço que raspa no asfalto, o que faz perder força na mão, para além de que este movimento retira peso da frente da moto, o que resulta no escorregar do pneu dianteiro. Além disso, é necessário inicial a manobra a uma velocidade bem superior à do recorde, pois conforme a moto vai perdendo inércia ao longo da trajetória, o piloto tem de compensar com mais força no braço e ajustar o corpo numa inclinação extrema.

Parabéns a Fabien Drasler que é o detentor do recorde de cotovelo mais rápido do mundoa a raspar no asfalto.

andardemoto.pt @ 24-9-2021 09:12:23


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews