BMW descarta produção de motos elétricas de alta performance num futuro próximo.

Para já, a BMW Motorrad não planeia expandir a gama de veículos elétricos de duas rodas.

andardemoto.pt @ 5-7-2024 12:38:43

Nos últimos quatro ou cinco anos, os fabricantes têm seguido a tendência de introduzir motos elétricas, com o objetivo de, eventualmente, substituir os modelos de combustão interna por versões totalmente elétricas nos próximos 6 a 10 anos. No entanto, a procura por estes veículos eletrificados tem sido inferior ao esperado, com vendas significativamente abaixo das expectativas.

Existem três fatores principais que afastam os motociclistas das duas rodas elétricas: autonomia, tempo de carregamento e preço. Atualmente, a autonomia média de uma moto elétrica produzida por qualquer fabricante varia entre 80 a 100 quilómetros por carga completa. Além disso, o tempo de carregamento continua a ser um problema, mesmo nos modelos equipados com carregadores rápidos são precisos de pelo menos 4 horas para uma carga completa. A tecnologia de troca de baterias, por outro lado, ainda está longe de ser viável na prática.

Por fim, devido ao elevado custo das baterias de lítio e de outros componentes, o preço médio destas motos elétricas é duas a três vezes superior ao dos modelos a combustão.


Dito isto, a marca alemã BMW Motorrad anunciou que não tem planos de expandir a sua gama de duas rodas elétricas, e afirmou que as versões de alta performance de motos elétricas não estão nos seus planos, pelo menos nos próximos 2 ou 3 anos.

"Escutamos atentamente os pedidos do nosso público," disse Markus Flasch, CEO da BMW Motorrad. "Ao mesmo tempo, observamos de perto a concorrência no mercado e o que está a ser lançado. Se combinarmos ambos os aspetos, chegamos à conclusão de que o momento para motos elétricas de alta performance provavelmente ainda não chegou… Não pensamos que vamos precisar de uma moto elétrica com mais potência nos próximos 2 ou 3 anos," acrescentou Flasch.

Atualmente, a marca alemã tem duas ofertas no segmento de motos elétricas, já testadas pelo Andar de Moto: a CE 04 e a CE 02

Ambas destinadas a uma utilização urbana diária e descontraida, fortemente marcadas por uma imagem inovadora e impactante.

A CE 04, apresenta uma autonomia de 130 quilómetros e a sua bateria é derivada diretamente da linha de veículos elétricos BMW iX. 

A CE 02 oferece três modos de condução, um ecrã LCD completo e um tempo de carregamento rápido de apenas 3 horas.

andardemoto.pt @ 5-7-2024 12:38:43


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews