MotoGP Rep. Checa – Miguel Oliveira obtém a sua melhor classificação com 6º em Brno!

Piloto português soube gerir os diversos momentos da corrida de MotoGP no complicado circuito de Brno. Miguel Oliveira regista no Grande Prémio da República Checa o seu melhor resultado de sempre na categoria rainha, e com o 6º lugar sobe na classificação de pilotos.

andardemoto.pt @ 9-8-2020 17:42:06

Depois do “balde de água fria” que foi a segunda corrida em Jerez, em que fica fora de prova logo na primeira curva, Miguel Oliveira enfrentou o terceiro fim-de-semana da temporada de MotoGP com a confiança em alta, especialmente por se tratar de uma corrida no circuito de Brno, que é um dos seus circuitos preferidos.

O piloto português da Red Bull KTM Tech3 não conseguiu o objetivo de arrancar das primeiras filas da grelha de partida, depois de falhar a Q2 por apenas 37 milésimas. O 13º lugar no arranque para as 21 voltas do Grande Prémio da República Checa deixava o piloto luso com bastante trabalho pela frente se quisesse estar mais acima na classificação.

E a verdade é que, apesar das dificuldades, Miguel Oliveira voltou a fazer uma corrida ao seu jeito.

Sempre em recuperação, a moto #88 demorou um pouco a “aquecer”, e o arranque até não foi o melhor com Miguel Oliveira a descer ligeiramente na classificação. Porém, e depois de passados os momentos iniciais, perigosos devido aos toques no meio do pelotão, Miguel Oliveira encontrou um bom ritmo de corrida e rapidamente, e de forma consistente, conseguiu subir na ordem da corrida de MotoGP.



Na entrada do último terço da corrida o piloto da Red Bull KTM Tech3 estava já a igualar aquela que era, até então, a sua melhor classificação de sempre, o 8º lugar. Mas não estava satisfeito! Partiu em perseguição dos pilotos à sua frente, e mostrando então um dos seus pontos fortes, a travagem, Miguel Oliveira chegou então até 6º e com Valentino Rossi (Monster Yamaha Tech3) à sua frente.

Em determinados momentos o português mostrou a intenção de atacar o quinto lugar de Rossi. Mas o italiano estava decidido a manter a posição, e o português, por seu lado, talvez tenha pensado um pouco mais no global do campeonato preferindo somar os 10 pontos relativos a essa posição.

Um resultado muito importante para Miguel Oliveira, a sua melhor classificação desde que chegou ao MotoGP, e que o deixa com 18 pontos na sua conta pessoal, precisamente antes de dois Grandes Prémios no Red Bull Ring, circuito “casa” da KTM, e onde Miguel Oiiveira brilhou intensamente em 2019.


"Hoje foi um bom dia para concluirmos o fim‑de‑semana. Fizemos uma corrida boa e sinto que fizemos um bom trabalho ao longo de todo o fim‑de‑semana. Olhando para a corrida, a nossa posição de saída impediu-nos de ter um melhor resultado, mas temos que viver com isso e fazer um melhor trabalho na próxima corrida dentro de alguns dias", afirmou Miguel Oliveira depois da corrida de Brno e já a pensar no Grande Prémio da Áustria.

Hervé Poncharal, proprietário da Tech3, mostra-se muito satisfeito com o resultado obtido pelo português que aos 25 anos e a cumprir o 10º ano no Mundial de Velocidade, demonstra uma maturidade e confiança cada vez maior.

Poncharal acredita que nas duas próximas rondas de MotoGP, Miguel Oliveira tem todas as condições para estar bem mais acima na classificação de corrida, inclusive o diretor francês revela ambição, dizendo que o português pode mesmo repetir aquilo que o “rookie” Brad Binder conseguiu nesta ronda checa, oferecendo à KTM a sua primeira vitória em MotoGP.

andardemoto.pt @ 9-8-2020 17:42:06


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto