As novidades técnicas da Honda CBR600RR de 2021

A Honda apresentou oficialmente a nova versão da sua supersport. Fique a conhecer as novidades técnicas da Honda CBR600RR de 2021.

andardemoto.pt @ 24-8-2020 19:24:44

Já se sabia que a Honda iria apresentar uma nova geração da sua supersport, pois a CBR600RR tem estado em destaque um pouco por toda a imprensa especializada ao longo das últimas semanas.

Aqui no Andar de Moto mostrámos as primeiras imagens oficiais e vídeo “teaser”, e depois também lhe mostrámos imagens adicionais onde ficámos a saber mais algumas novidades desta moto japonesa que há algum tempo não se comercializa na Europa.

E, na realidade, também não será agora que veremos a CBR600RR de regresso aos concessionários da marca japonesa nem à estrada (ou pista), pois a Honda confirmou que a nova geração cumpre apenas com os requisitos de homologação no Japão, e será por isso um modelo exclusivo para esse país. Outros países asiáticos também vão ter esta nova CBR600RR de 2021, para além da Austrália.


Apesar da aparência que revela um design muito mais aproximado à mais recente geração da mais poderosa CBR1000RR-R, a nova Honda CBR600RR esconde no seu interior toda uma ciclística e mecânica que são apenas uma evolução do que conhecíamos. Não se trata por isso de uma moto totalmente nova, uma revolução. É mais uma evolução do conceito supersport da Honda.

O motor continua a ser o tetracilíndrico de 599 cc que a Honda utiliza na CBR600RR desde 2003. Claro que ao longo dos anos este motor quatro em linha cresceu e evoluiu. Nesta mais recente versão as cotas internas permanecem inalteradas, tal como a taxa de compressão que está nos 12:2:1. No entanto, a Honda conseguiu melhorar a eficiência em termos de emissões mas também de potência. Conseguiu-o através da utilização de novos materiais nas árvores de cames, cambota e molas de válvula.



Com isto a potência está agora cifrada nos 121 cv às 14.000 rpm. Se a potência máxima sobe, ainda que pela margem mínima, já o binário desce para os 64 Nm às 11.500 rpm. Ou seja, o binário disponibilizado é menor e o valor máximo atingido um pouco mais acima na gama de rotações.

Ainda no interior do motor, e a pensar na eficiência, a Honda redesenhou parte do sistema de refrigeração, com novos canais para passagem da água, particularmente na zona das válvulas de escape.

Para além do design, que adota uma aerodinâmica evoluída, e que a Honda garante que torna a nova CBR600RR mais eficiente em aceleração e no momento de entrada em curva, maximizando a estabilidade, um design muito mais agressivo e aerodinâmico, a eletrónica foi o outro departamento alvo de alterações significativas.


De facto a Honda finalmente decidiu aplicar à CBR600RR um sistema de acelerador eletrónico. O “ride-by-wire” desta supersport permitiu ao fabricante japonês instalar uma série de ajudas e opções eletrónicas à condução.

Vários modos de condução, modos de potência do motor, controlo de tração ajustável – e que a Honda continua a chamar de “Honda Selectable Torque Control” –, “anti wheelie” e ainda controlo do efeito travão motor. Todas estas opções e ajudas eletrónicas são ajustadas através dos novos comandos no punho e visualizadas no novo painel de instrumentos TFT a cores que é exatamente igual ao da CBR1000RR-R Fireblade.

Os mais atentos irão reparar que a nova CBR600RR conta ainda com embraiagem deslizante e assistida, para além da iluminação “full LED”. Há no entanto um componente que não será instalado de série: o quickshift, bidirecional, é um opcional para este modelo.



Por último, a Honda não mexeu na ciclística.

Isto significa que a versão 2021 da CBR600RR conta com o mesmo quadro dupla trave, as mesmas suspensões Showa Big Piston Front Fork, e sistema de travagem com bomba Nissin e pinças Tokiko. Nem mesmo as jantes são alteradas.

Conforme referimos, a nova Honda CBR600RR apenas será comercializada no Japão e Austrália, para além de outros mercados asiáticos. A Honda optou por não fazer o (grande) investimento necessário para atualizar este modelo para as regras de homologação europeias. Por outro lado, esta pequena atualização permite à Honda homologar a CBR600RR em diversos campeonatos de motociclismo asiáticos, campeonatos em que a Honda é uma força dominante.

andardemoto.pt @ 24-8-2020 19:24:44

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews