Miguel Oliveira no top 15 dos mais bem pagos de MotoGP

Os ordenados dos pilotos de MotoGP são sempre difícieis de definir mas o webiste Deshibiker conseguiu reunir informações que permitem organizar uma lista dos pilotos mais bem pagos. Miguel Oliveira entra diretamente para o top 15, enquanto Marc Marquez é o rei dos ordenados milionários.

andardemoto.pt @ 7-5-2019 14:11:10

Um dos temas que mais suscita interessa entre os fãs de MotoGP é o tema dos ordenados dos pilotos. Quanto é que cada piloto recebe? Muito milhões, certamente. Mas quantos milhões ao certo? Para tentar ajudar os fãs a obter uma reposta, o website com sede no Bangladesh, o Deshibiker, decidiu compilar um conjunto de informações que foram sendo divulgadas por diversas fontes de informação desde 2018 e até agora.

As informações que o Deshibiker conseguiu reunir permitiram organizar uma lista com os ordenados de 2019 dos pilotos de MotoGP, incluindo, claro, do português Miguel Oliveira.

De referir que, como é óbvio, nenhuma desta informação é oficial e ninguém a vai confirmar pois o tema “ordenados” é mantido no mais absoluto segredo por parte de pilotos e equipas que, entre outras razões, têm de usar os ordenados para conseguir renovar o contratar pilotos.

A chegada do piloto de Almada à categoria rainha do motociclismo de velocidade tem sido surpreendente, de tal forma que a KTM já decidiu renovar o contrato que liga Miguel Oliveira à marca austríaca para 2020. Mas não é só nas pistas que o português surpreende! De acordo com as informações obtidas pelo Deshibiker, o piloto luso tem um contrato que vale quase 670 mil euros por ano.

Com este valor, Miguel Oliveira entra diretamente para o Top 15 dos pilotos mais bem pagos de MotoGP.


Quanto ao topo da tabela, Marc Marquez, que no passado domingo dominou por completo o GP de Jerez , continua a ser o mais bem pago.

O cinco vezes campeão de MotoGP recebe um valor anual entre os 13,3 milhões e os 16 milhões de euros. De acordo com o reputado jornalista espanhol Manuel Pecino, que em 2018 conseguiu mais algumas informações sobre o então novo acordo de Marquez com a Honda, o espanhol ficaria a ganhar 15 milhões de euros por ano!

O segundo mais bem pago, mas a uma larga distância de Marquez, é o italiano Valentino Rossi, com o piloto da Monster Energy Yamaha a ficar-se “apenas” pelos 8,9 milhões de euros anuais, um valor que Manuel Pecino também revelada como sendo muito provável há um ano, quando Rossi anunciou a renovação até 2020 com a Yamaha.

Para Rossi, que durante anos foi o grande dominador desta lista de mais bem pagos de MotoGP, o seu ordenado direto obtido pelo contrato com a Yamaha Racing não é o seu foco principal. Na realidade, o italiano aceitou baixar o ordenado para não causar problemas com Jorge Lorenzo quando regressou à Yamaha, depois de dois anos na Ducati. Mas Rossi deu a volta ao assunto, e negociou com a Yamaha uma clausula que lhe permite receber uma maior percentagem sobre direitos de imagem e patrocíonios.

Valentino Rossi é, assim, o piloto que maiores dividendos obtém por ano. Não é possível saber ao certo quanto é que o veterano italiano recebe por ano no total, mas Rossi continua a ser o único piloto de MotoGP que alguma vez entrou na lista de atletas mais bem pagos da revista Forbes, que em 2013 disse que o piloto da Yamaha tinha um ordenado de 17,8 milhões de euros.

Aqui fica a lista dos ordenados dos pilotos de MotoGP em 2019 de acordo com o website Deshibiker

1 - Marc Marquez, entre os 13,3 e os 16 milhões de euros

2 - Valentino Rossi, 8,9 milhões de euros

3 - Andrea Dovizioso, 6,2 milhões de euros

4 - Maverick Vinales, 4,45 milhões de euros

5 - Jorge Lorenzo, 4.2 milhões de euros

6 - Danilo Petrucci. 2,5 milhões de euros

7 - Johann Zarco, 2,2 milhões de euros

8 - Cal Crutchlow, 2,2 milhões de euros

9 - Alex Rins, 1,8 milhões de euros

10 - Joan Mir, 1,11 milhões de euros

11 - Andrea Iannone, 1,1 milhões de euros

12 - Pol Espargaro, 890 mil euros

13 - Aleix Espargaro, 800 mil euros

14 - Hafizh Syahrin, 800 mil euros

15 - Miguel Oliveira, 669 mil euros

16 - Franco Morbidelli, 656 mil euros

17 - Jack Miller, 534 mil euros

18 - Takaaki Nakagami – não disponível

19 - Francesco Bagnaia – não disponível

20 - Tito Rabat – não disponível

21 - Karel Abraham – não disponível

Relembramos que estes não são valores oficiais.

andardemoto.pt @ 7-5-2019 14:11:10