Verge divulga imagens da versão de produção da poderosa elétrica TS

O fabricante finlandês já está a aceitar pré-reservas para a sua primeira moto elétrica. A Verge TS está cada vez mais próximo de começar a ser produzida, e temos as novas imagens da versão final desta moto elétrica com 1000 Nm de binário!

andardemoto.pt @ 9-5-2020 10:15:00

Foi no final do ano passado que abordámos as mais recentes novidades relativas à Verge e à sua primeira moto elétrica, a TS. Esta marca nasceu do projeto iniciado pela RMK Vehicle Corporation, e rapidamente cresceu para algo novo e, podemos afirmar, verdadeiramente interessante.

Já sabíamos que a moto elétrica TS, cujo nome é uma homenagem ao designer Teemu Saukkio, tinha recebido a “luz verde” para passar à fase de produção. Agora que nos aproximamos da data para o começo da comercialização desta novidade eletrizante, a Verge divulgou finalmente as imagens do protótipo de testes a rolar em estrada e já no seu formato de produção.

Se em termos de aparência a Verge TS pode ser equiparada a uma qualquer naked, a realidade é que em termos técnicos a moto finlandesa amiga do ambiente apresenta soluções técnicas viradas para o futuro.

Leia também – A radical elétrica RMK E2 vai mesmo ser fabricada



O grande destaque vai para a sua roda traseira. Embutido na jante está o motor elétrico. O que podemos chamar de um sistema orbital. Se os 80 kW (cerca de 107 cv) podem parecer uma potência normal tendo em conta que o peso do conjunto é de 200 kg, o mesmo não podemos dizer do binário produzido pelo motor elétrico comandado por um sistema de transmissão por cabos.

A Verge garante que a TS é capaz de entregar à roda traseira uns estonteantes 1000 Nm! Sim, leu bem, são 1000 Nm de binário máximo.
Para colocar este número em perspetiva, talvez perceba melhor o feito da Verge se analisarmos a poderosa e musculada Triumph Rocket 3. O motor tricilíndrico britânico de 2458 cc produz 221 Nm de binário às 4000 rm. Por si só já é uma força fantástica. Mas a Verge TS tem um binário equivalente à soma de quatro Rocket 3!

Claro que isto permite à TS atingir performances bastante interessantes, em particular para os viciados em adrenalina: a aceleração dos 0-100 km/h faz-se em menos de 4 segundos. Já a velocidade máxima está eletrónicamente limitada a 180 km/h.

Agora que já tem a TS praticamente terminada, a Verge aproveitou o momento para confirmar o que o Andar de Moto já tinha adiantado anteriormente. Ou seja, as baterias permitem ao condutor usufruir de uma autonomia de 300 km (em cidade) ou de 200 km (em estrada aberta).

O sistema integrado de carregamento permite recarregar as baterias num tempo que pode chegar às 4 horas. Mas através do carregamento rápido, a Verge TS fica totalmente recarregada em apenas 50 minutos.

Leia também – Verge TS: A roadster do futuro



Apesar de ser apresentada como uma naked roadster, a posição dos poisa-pés pode ser alterada. A Verge colocou pontos de fixação para os poisa-pés mais à frente no quadro em alumínio. Isso permite ao condutor adotar uma posição de condução mais parecida com uma cruiser. Perfeito para as viagens de maior duração.

Não deixa também de ser interessante que a Verge aposta nas novas tecnologias. Assim, a TS será atualizada em modo OTA – Over The Air. O fabricante finlandês irá disponibilizar, de forma regular, atualizações ao software que controla a parte eletrónica da moto. Possivelmente até disponibilizando novos parâmetros eletrónicos de ajudas à condução.

E se está a olhar para o exótico motor e para os cabos do sistema de transmissão da energia das baterias para o motor, e receia que as trocas de pneus (que prometem ser frequentes!) se transformem em missões quase impossíveis, então não tem nada a temer!

A Verge garante que a troca do pneu traseiro acontece de forma simples, recorrendo às habituais ferramentas. Não será necessário qualquer operação especial.

E quanto tem de pagar para poder ter uma Verge TS na sua garagem?

De acordo com o que está já anunciado no site da marca, a TS tem um PVP de 24.990€. As pré-reservas estão abertas e têm um valor de 2000€.

andardemoto.pt @ 9-5-2020 10:15:00

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews