Ducati Multistrada V4 novamente apanhada em testes

Em Borgo Panigale continuam a trabalhar naquela que promete ser a moto que irá revolucionar o segmento “adventure sport”. A nova Ducati Multistrada V4 foi novamente apanhada em testes e já podemos tirar algumas conclusões.

andardemoto.pt @ 9-7-2020 12:07:03

Depois de ter sido apanhada há cerca de um ano atrás num vídeo, poucos dias depois de Claudio Domenicali ter confirmado que a Ducati iria mesmo fabricar uma nova Multistrada “carregada de tecnologia”, a Multistrada V4 continua a aparecer em fotos espia.

Desta feita, a moto que está a ser usada para testes em estrada foi apanhada sem qualquer tipo de camuflagem nas carenagens. E assim conseguimos tirar algumas conclusões sobre esta moto, que promete ser uma revolução no segmento “adventure sport”.

O grande destaque será a utilização do motor V4 Desmosedici Stradale que a Ducati criou para a Panigale V$, primeiro, e depois para a nova supernaked Streetfighter V4 – clique aqui para ler o nosso teste. Ainda não há informações que permitam confirmar a potência final da nova Multistrada V4. Há rumores que apontam para 180 cv, há outros que falam em 190 cv, mas depois temos outras informações que deixam no ar que a Multistrada V4 poderá mesmo passar a barreira dos 200 cv!

Leia também – Nova Ducati Multistrada V4 já se deixou apanhar em vídeo



Claro que utilizar um V4 em vez do bicilíndrico que equipa as Multistrada 1260 DVT levou a Ducati a trabalhar num novo quadro. Abandonou a estrutura em tubos de aço, adotando um quadro que parece ser um dupla trave, ao qual está aparafusado um subquadro traseiro que mantém a estrutura em tubos de aço.

O monobraço, tão característico das Multistrada, será substituído por um braço oscilante convencional. No vídeo em que pudemos observar pela primeira vez a Multistrada V4 em ação, a moto estava equipada com monobraço. Nas fotos espia de início de 2020, a unidade de testes já estava equipada com braço oscilante convencional, o mesmo componente que podemos agora ver na versão sem camuflagem.

Isso indica que a Ducati já terá tomado a decisão de deixar de lado o monobraço.

Leia também – Ducati Multistrada V4 “carregada” de tecnologia



Mas outro dos grandes destaques da nova “adventure sport” de Borgo Panigale será a utilização de sistemas de radar.

Com um pequeno radar frontal encaixado entre as óticas, que contam com uma assinatura luminosa mais pronunciada fruto da utilização de luzes diurnas em LED de maiores dimensões, derivadas da Panigale, e um segundo radar posicionado na traseira, a Multistrada V4 estará equipada com uma série de ajudas à condução inovadoras e também sistemas de segurança ativa e passiva.

Os radares vão permitir avisar o condutor de obstáculos (móveis ou imóveis) que se encontrem na estrada, ou, por exemplo, de veículos que se aproximem demasiado rápido na traseira, ou ainda avisar de veículos no chamado ângulo morto e que não são visíveis através dos retrovisores.

Não sabemos ainda como é que o sistema vai interagir com o condutor. O mais provável é a Ducati optar por uma solução mista, usando inicialmente avisos visuais e luzes que serão apresentados no painel de instrumentos (TFT a cores), e num segundo momento sinais sonoros. Caso o condutor não modifique a sua velocidade ou se desvie dos obstáculos, os sistemas de segurança ativa vão ser ativados, tentando impedir que aconteça uma colisão.

Quanto ao “timing” para ficarmos a conhecer a nova Ducati Multstrada V4 na sua versão de produção, tudo indicava que a moto seria revelada durante a EICMA 2020. No entanto, e como já se sabe, o certame italiano foi cancelado este ano, pelo que esperamos que a Ducati organize uma apresentação virtual desta moto que chegará aos concessionários em 2021.

andardemoto.pt @ 9-7-2020 12:07:03


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews