Ducati Multistrada V4 – A melhor e mais poderosa "Multi" de sempre!

A casa de Borgo Panigale revelou a sua primeira grande novidade para 2021. A muito aguardada Multistrada V4 foi apresentada online, com a Ducati a mostrar todos os detalhes das novas Multistrada V4, V4 S e V4 S Sport.

andardemoto.pt @ 4-11-2020 22:46:08

O evento denominado de Ducati World Primière teve o seu primeiro episódio com a realização da apresentação, em formato digital, da quarta geração da moto que a Ducati denominou como uma 4 em 1. A nova Multistrada V4 chega em novembro aos concessionários da marca de Borgo Panigale, e por isso aqui vai poder encontrar os detalhes mais interessantes desta que é a melhor e mais poderosa Multistrada de sempre!

A nova Multistrada V4 torna-se no culminar da evolução de um conceito que a Ducati criou em 2003, e que ao longo de quase 18 anos convenceu 110.000 motociclistas a desfrutarem das suas capacidades dinâmicas e polivalentes.

Particularmente nestas gerações mais recentes, quando surpreendeu o mundo das duas rodas com o lançamento da Multistrada 1200, a primeira “quatro em um” e também a primeira moto do mundo a contar com modos de condução, a Ducati lançou nos motociclistas de todo o mundo a ideia de que as aventuras de moto não têm de ser concretizadas em motos diferentes.


Nas suas mais variadas versões, com diferentes níveis de equipamento, a Multistrada sempre se destacou da concorrência pelo seu design irreverente, tecnologia de ponta, e performances surpreendentes, onde destacamos a estreia em 2015 do primeiro motor DVT, com tecnologia de comando variável de válvulas.

Agora, e como novidade absoluta de 2021, o conceito original cresce, torna-se ainda mais poderoso e abrangente, e a Multistrada V4 apresenta-se ao serviço recheada de argumentos que a tornam numa aventureira desportiva muito apetecível.

Os designers da Ducati focaram a sua meticulosa atenção nas linhas limpas e esguias. Na Multistrada V4 o design e a funcionalidade são perfeitamente combinados para oferecer uma suprema ergonomia. Isto significa que os condutores podem colocar os seus pés no chão mais facilmente graças ao assento estreito na área das pernas, tendo assim facilidade de movimentos quando parados.


O coração desta italiana já é um nosso “velho” conhecido. Embora seja uma novidade, o seu Andar de Moto já lhe deu toda a informação técnica sobre o poderoso motor V4 Granturismo que equipa a Multistrada V4. Dos quatro cilindros em V a Ducati conseguiu extrair 170 cv e 125 Nm de binário.

Um dos destaques deste motor é que abandona o sistema de distribuição desmodrómico tão típico das Ducati. A nova distribuição inclui um sistema de retorno de válvulas por molas. Esta novidade permitiu à Ducati reduzir o stress imposto aos componentes quando comparado com o sistema desmodrómico, e com isso a marca italiana garante que o V4 Granturismo torna-se muito mais fiável e de manutenção ainda mais reduzida. De acordo com a Ducati, este motor vê prolongados os intervalos de manutenção (afinação de válvulas) para uns incríveis 60.000 km!

O motor V4 Granturismo adota também a estratégia de desativar a bancada de cilindros traseira quando ao ralenti. Ao fazê-lo, quando a moto para num semáforo os cilindros traseiros são desativados (não existe combustão nestes cilindros), melhorando o conforto térmico para condutor e passageiro graças à redução da temperatura, bem como reduzindo o consumo.

Clique aqui para saber mais sobre o motor Ducati V4 Granturismo

Ducati Multistrada V4 - A eletrónica


Se a eletrónica da Multistrada de 2010 marcou o mundo das duas rodas pelos modos de condução que disponibilizava, a nova Multistrada V4 eleva a fasquia do que atualmente encontramos no mundo das duas rodas com um pacote eletrónico altamente trabalhado.

Tal como nos habituámos a ter à disposição na Multistrada “4 em 1”, esta geração V4 conta com quatro modos de condução, cada um cuidadosamente pensado para que o condutor usufrua da moto em diferentes situações de condução.

Riding Mode Sport

O melhor em termos de prestações em estrada, o Riding Mode Sport fornece uns entusiasmantes 170 cv juntamente com uma afinação desportiva das suspensões (só na versão S). O modo Sport é também caracterizado pelo baixo nível de intervenção do Ducati Traction Control e do Ducati Wheelie Control, com um ajuste do ABS para o nível 2, que permite uma elevação controlada da roda traseira para maximizar a performance de travagem e mantem também a função Cornering. Este RM representa a melhor escolha para motociclistas mais experientes e que querem extrair o máximo da Multistrada V4.

Riding Mode Touring

No Riding Mode Touring a Ducati disponibiliza os 170 cv totais do motor com uma resposta ao acelerador mais suave e menos direta. A segurança ativa é aumentada pelos níveis de sensibilidade mais elevados do DTC e do DWC. O ABS está ajustado para o nível 3, perfeito para turismo; este ativa as funcionalidades de deteção de elevação da roda traseira e Cornering ABS, ao mesmo tempo que otimiza os efeitos combinados da travagem dianteira/traseira. Nas versões S o acerto das suspensões é perfeito para tiradas de longa distância, assegurando o máximo de conforto tanto para o condutor como para o passageiro.




Riding Mode Urban

No Riding Mode Urban a entrega de potência é reduzida para 115 cv, e nas versões S as suspensões são ajustadas para otimizar a agilidade em caso de obstáculos urbanos frequentes, com o correspondente mapa DSS. O DTC e o DWC estão regulados para níveis elevados para a máxima segurança. O ABS está ajustado para o nível 3.

Riding Mode Enduro

Graças à adoção da roda de 19’’, a Multistrada V4 está ainda mais à-vontade na condução em off-road. A posição do centro de gravidade, a distribuição de peso e, por fim, a ergonomia desenhada para apoiar a condução em pé, tornam a Multistrada V4 uma autêntica moto de todo-o-terreno. Adicionalmente, o Riding Mode Enduro coloca a potência do motor em 115 cv, com regulações de suspensão orientadas para o off-road e mapas DSS para as versões S. Os níveis de intervenção do DTC e do DWC são reduzidos e o ABS é ajustado para nível 1, adaptável para uso em off-road em superfícies com baixa aderência: a deteção da elevação da roda traseira é desativada e a função Cornering igualmente, tal como é desativado o ABS na roda traseira.


A plataforma inercial (IMU) gere a operação do ABS Cornering, Ducati Wheelie Control (DWC), Ducati Traction Control (DTC), com parâmetros sensíveis à inclinação, e, na Multistrada V4 S, as Cornering Lights (DCL). Outra característica de série na Multistrada V4 S é o Vehicle Hold Control (VHC), que torna os arranques mais fáceis, sobretudo em inclinações.

Na Multistrada V4 S, a plataforma inercial também comunica com o sistema de semi-ativo Ducati Skyhook Suspension (DSS). Este último não só é capaz de analisar as condições de condução e ajustar o hidráulico da forquilha e do amortecedor instantaneamente, como – pela primeira vez – também integra a função de Autoleveling. Esta reconhece a carga sobre a moto e, de forma autónoma, ajusta as afinações e é disponibilizada para além das opções já disponíveis: apenas condutor, condutor com bagagem, condutor com passageiro ou condutor com passageiro e bagagem.

Já o sistema de monitorização da pressão dos pneus está disponível como opcional para a Multistrada V4.


Para ajudar o condutor a navegar e selecionar facilmente todas as opções eletrónicas à disposição, a nova Ducati Multistrada V4 S conta com um painel de instrumentos TFT de 6,5 polegadas (5 polegadas na versão base), a cores, e que no caso da variante V4 S permite que o condutor navegue pelos menus através de um joystick no punho esquerdo.

Outras novas características incluem o sistema Ducati Connect, que permite, via Bluetooth e wi-fi, a função “espelho” da aplicação para smartphone no painel, e controlá-la através do joystick. Os resultados da gestão do telefone e da música resultam intuitivos, enquanto que a utilizar a aplicação de navegação Sygic o condutor pode visualizar o mapa do sistema de navegação diretamente no painel de instrumentos. Finalmente, na secção superior do depósito foi obtido um compartimento, acessível através de uma pequena porta, no qual é possível guardar o smartphone e carregá-lo através de uma entrada USB.

Na eletrónica, e como já sabíamos antecipadamente, a Ducati estreia um sistema de dois radares (dianteiro e traseiro), que permitem que o condutor da Multistrada V4 usufrua de ajudas à condução como são os casos do Cruise Control Adaptativo ou ainda Deteção do Ângulo Morto.

Ducati Multistrada V4 - Ergonomia e ciclística


Se o motor V4 Granturismo será o ponto central em destaque, para além dos dois radares, a verdade é que a Multistrada sempre se caracterizou por capacidades dinâmicas acima da média. E desta feita a Ducati criou um conjunto de ciclística de topo!

Depois de anos com o quadro em tubos de aço a formar uma estrutura tipo treliça, a Multistrada V4 passa a ostentar um quadro monocoque, em alumínio. A distância entre eixos é bastante reduzida para o segmento (1567 mm) o que maximiza a agilidade de um conjunto que atinge os 215 kg a seco.

Toda a posição de condução foi alvo de uma profunda remodelação para que o condutor esteja agora mais dominador, sendo que a proteção aerodinâmica foi melhorada com estudos em túnel de vento, com a Ducati a criar um vidro frontal ajustável apenas com uma mão, mas que garante proteção máxima mesmo a alta velocidade.

A secção central da moto é particularmente estreita e permite uma posição de condução ideal, mesmo ao conduzir de pé em secções de offroad. A nova ergonomia também proporciona um sólido suporte quando o condutor coloca os seus pés no chão, para melhor manobra a moto quando esta se encontra estacionária. Por esta razão, durante a fase de projeto muita atenção foi dedicada a alcançar uma reduzida altura do assento, ajustável em duas posições, 840 mm e 860 mm.



A Multistrada V4 conta com uma forquilha invertida com bainhas de 50 mm, totalmente regulável em pré-carga da mola, compressão e extensão. A traseira conta com um monoamortecedor Marzocchi, que une o braço oscilante ao quadro: também é ajustável em pré-carga da mola remotamente por pressão hidráulica e também na compressão e extensão. A mola trabalha progressivamente.

A Multistrada V4 S, por seu lado, está equipada com suspensões semi-ativas Marzocchi controladas pelo sistema Ducati Skyhook Suspension (DSS) Evolution. Este último também permite o ajuste da pré-carga e hidráulicos em compressão e extensão do amortecedor traseiro. O ajuste refinado tem lugar instantaneamente e é integrado nos modos de condução ou pode ser personalizado através do computador de bordo. O sistema semi-ativo comunica com os sensores para “ler” o estilo de condução bem como as condições da superfície da estrada e, continuamente, adapta as definições. Isto significa uma regulação perfeita em quaisquer condições, em estrada e também com a carga máxima.

Ducati Multistrada V4 - As três variantes

A nova gama Multistrada V4 é composta pelas seguintes variantes:

Multistrada V4

- Suspensão mecânica Marzocchi com forquilha regulável, bainhas de 50 mm e monoamortecedor com configuração cantilever. 170 mm de curso à frente e 180 atrás
- Pneus Pirelli Scorpion Trail II, 120/70-19” à frente e 170/60-17” na traseira
- Sistema Cornering ABS Bosch-Brembo 10.3ME
- Discos de travão dianteiros de 320 mm, pinças radiais Brembo M4.32 de 4 pistões
- Ótica Full LED com sistema DRL
- Painel de instrumentos com ecrã TFT de 5” com alta resolução, totalmente a cores
- Ducati Multimedia System (DMS)
- Unidade de Medição Inercial (IMU) Bosch
- Power Mode
- Riding Mode
- Ducati Wheelie Control (DWC)
- Ducati Traction Control (DTC) EVO

Adicionalmente o cliente poderá selecionar os seguintes pacotes de equipamento: Enduro, Urban, Touring, Performance e Functionality. Cada um destes pacotes de equipamento inclui uma lista de acessórios oficiais prédefinidos e que ajudam a maximizar algumas das vertentes polivalentes da Multistrada V4.


Multistrada V4 S – equipamento da versão base, mas com as seguintes alterações:

- Sistema de suspensões eletrónicas semi-ativas Marzocchi Ducati Skyhook Suspension (DSS) Evolution com função Autoleveling. 170 mm de curso à frente e 180 mm atrás
- Também disponível com jantes de liga leve ou jantes de raios
- Discos de travão dianteiros de 330 mm com pinças radiais de 4 pistões Brembo Stylema
- Ótica Full LED com sistema DRL e Ducati Cornering Lights (DCL)
- Ignição Hands Free
- Painel de instrumentos TFT de 6,5” totalmente a cores
- Ducati Connect com aplicação para smartphone de música e navegação
- Ducati Quick Shift (DQS) Up&Down
- Cruise Control
- Vehicle Hold Control (VHC)

Adicionalmente o cliente poderá personalizar a Multistrada V4 S com os seguintes pacotes de acessórios: Travel, Travel & Radar, Performance, Full. Estes pacotes adicionam extras como

Para pacotes de equipamento a Ducati propõe os conjunto Touring, Urban, Performance e Enduro.

Multistrada V4 S Sport – todos os equipamentos da versão V4 S, mas com as seguintes alterações:

- Ponteira de escape homologada Akrapovic, em titânio
- Guarda-lamas dianteiro em fibra de carbono

No caso da Multistrada V4 S Sport a Ducati propõe os pacotes de extras Performance e Full, enquanto os pacotes de equipamento são o Enduro, Urban e Touring.

andardemoto.pt @ 4-11-2020 22:46:08

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews