Susana Esteves

Susana Esteves

Jornalista e motociclista

OPINIÃO

A irmandade do asfalto

No fim de semana fui passear. Daqueles com trajeto sem destino. Os melhores!

andardemoto.pt @ 26-4-2022 09:30:00 - Susana Esteves

O lado positivo destes passeios é que nunca faço a mínima ideia por onde ando. Sou péssima com caminhos, não tenho GPS e gosto de explorar. No final acabo sempre por encontrar locais fantásticos que não conhecia, e por conhecer pessoas e histórias diferentes.

Fui ter a um local com uma vista inspiradora. Estava totalmente deserto e por alguns minutos achei que tinha encontrado um spot só para mim. Mas afinal não! Pouco depois apareceu um grupo de 12 motociclistas com motos vintage fantásticas, vestidos a preceito, que rapidamente rodearam a “minha miúda”.

A imagem de um grupo de 12 motociclistas a aproximarem-se de mim, em simultâneo, parecia cena de filme de Hollywood… daquelas que nem sempre acabam bem. Mas foi perfeito.

Dois espanhóis, três franceses e os restantes de diferentes pontos do país foram-se juntando pelo caminho e criaram um grupo que parecia conhecer-se há anos. Mas não.

Todos eles saíram de casa como eu: sem destino. Todos eles partilham a mesma paixão pela aventura e pelas duas rodas, como eu. Todos eles querem colecionar histórias, experiências e memórias, como eu. E no final de umas horas já me apetecia seguir viagem com eles. 

Mas não fui, tinha de voltar para trás e isso era um problema. Porquê? Porque o lado negativo destes meus passeios é que nunca faço a mínima ideia por onde ando, e voltar para casa geralmente demora o dobro do tempo. 

Mas desta vez foi mais rápido porque tive escolta destes 12 novos amigos que tinha conhecido apenas há umas horas, mas de quem tive pena de me despedir. Foram eles que me “trouxeram a casa”, só porque sim. 

Porque: “Motard ajuda motard. Nunca abandonamos um de nós” – disseram.

Quando me perguntam porque falo das duas rodas com tanta paixão, ou porque digo que as pessoas são diferentes, é por isto. As paixões aproximam as pessoas e criam laços mais imediatos. Estas viagens, experiências e pessoas deixam-nos mais ricos, e isto não tem preço.


Desta vez não segui viagem com eles, mas um dia espero fazê-lo. 


Boas curvas

andardemoto.pt @ 26-4-2022 09:30:00 - Susana Esteves

Outros artigos de Susana Esteves:

Não vás às cegas que podes desiludir-te

Os motociclistas e a matemática

Quer a moto? Não vendo a mulheres!

Diz-me o que conduzes, dir-te-ei quem és

Viajante solitário

Uma mota partilha-se?

Perco a cabeça ou arrisco perder a cabeça?

Os estafetas das empresas de entregas são ninjas?

Com curvas ou sem curvas

Partida. Largada. Tudo a tirar o pó dos punhos!

Mitos, ditos e mexericos

Quatro patas em duas rodas

Equipamentos que não precisamos, mas que depois não podemos viver sem eles

Quer uma moto? Tire senha e aguarde a vez

Quem arrisca… às vezes petisca o que não quer

Mulheres motociclistas nas compras? Não há opções, não há vícios.

Amor sem idade

Automáticas: sim ou não?

Vendo, não vendo. Vendo, não vendo

Podia ter sido o dia perfeito… não fosse o raio da porca

Próxima paragem: (A definir)

Arrisco a multa ou arrisco o encosto?

A paixão pelas motos passa com a idade?

Motoclubes: esses antros de má vida

Cuidado!! Motociclos aumentam risco de sociabilidade

Quem corre por gosto…

Problemas na mota? Eis o manual de sobrevivência!

O vírus do motociclista virgem

Oitos: o bicho mau das aulas de condução

Proibição de andar de mota: como sobreviver à ressaca

A minha primeira vez

A melodia de um belo ronco

Filho de peixe não sabe nadar porque eu não quero!

Foge que é pendura!

Mota roubada, trancas à solta

Viagens longas de 125: há rabo que aguente?

Andar de mota: o lado menos sexy da coisa

Motociclista: esse bicho raro

Sexo, motores e pecado

Afinal somos grandes (mas só na altura de pagar)

Inverno em 2 rodas

As regras são para…

Inteligência ou mariquice?

Férias em duas rodas - Não negue à partida uma experiência que desconhece

Férias em duas rodas - Não negue à partida uma experiência que desconhece

Falta-nos um “bocadinho assim”…

Segurança ou liberdade?

Motoshow 2017: É pró menino e prá menina

O tamanho importa?


Clique aqui para ver mais sobre: Opiniões